Prefeitura de Maricá esclarece denúncia de que suas lanchas estariam abandonadas

Dois vídeos estão circulando na internet denunciando que as duas lanchas compradas pela Prefeitura de Maricá por R$ 700 mil estão abandonadas, uma delas inclusive descaracterizada num galpão do Iate Clube Jurujuba, Niterói, fizeram com que o governo municipal divulgasse nota de esclarecimento:

“A Prefeitura de Maricá comprou duas embarcações: uma destinada à fiscalização dentro das lagoas e outra se destina à fiscalização ambiental no mar para atuar na região costeira e nas Ilhas Maricá. Desde o início, a operação está prevista para ser feita pela Prefeitura em conjunto com Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

 

Ocorre que, para esse tipo de embarcação marítima, a única doca seca disponível oferecida para a Prefeitura de Maricá foi esta de Niterói. Como ela é destinada à fiscalização no mar, este tipo de doca protege melhor a embarcação. Não há irregularidade porque sua utilização é em conjunto entre a Prefeitura e o Inea”, conclui a nota.

 

No vídeo feito no Iate Clube Jurujuba, é mostrado que o casco está se deteriorando, que não há nenhuma documentação e que a embarcação, da Secretaria de Cidade Sustentável da Prefeitura de Maricá, foi descaracterizada. A outra lancha foi encontrada  no bairro do Boqueirão e também foi filmada.

 

Segundo os denunciantes, o caso será levado ao Ministério Público Federal (MPF) porque a compra das duas lanchas foi realizada com o dinheiro do royalties do petróleo.

 

As embarcações foram compradas em dezembro de 2018.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino