Maricá terá Mercado do Produtor com modelo europeu

A Prefeitura de Maricá realizou a cerimônia de lançamento da pedra fundamental do Mercado Municipal Pedro Paulo Pereira, localizado no bairro do Flamengo. O mercado ocupará uma área de 2.500 metros quadrados na Avenida Roberto Silveira.

                                                            Maquete do mercado (foto Marcos Fabrício)

 

 A obra que já está licitada e orçada em cerca de R$ 10 milhões, tem previsão de ser entregue em um ano. O local será também um pólo de  arte e cultura.

 

Para o prefeito Fabiano Horta (PT), a cidade que existe hoje é parte de uma construção que foi feita no passado.

 

“A gente lança essa pedra fundamental porque esse mercado fala com a autoestima da cidade. Os mercados municipais são os grandes epicentros e movimentam o fluxo de pessoas nas grandes metrópoles. Como cultura popular, expressão dos produtos típicos, construir esse mercado é um marco muito grande para Maricá. A gente precisa fortalecer a agricultura local, a cultura dos nossos produtos tradicionais, produtos que precisam estar vivos na cultura gastronômica e cultural da cidade”, afirmou o prefeito.

                                                                               Arquiteto dá detalhes de como será o mercado Produtor de Maricá

 

Segundo o arquiteto responsável pelo projeto da obra, Francisco Lameira, o novo mercado contará com boxes para peixaria, restaurantes, vendas de alimentos e produtos locais, palco para show e eventos, aquário flutuante, área de vivência e um grande estacionamento no entorno. Todo projeto foi realizado pensando na acessibilidade de todos.

 

“O primeiro projeto do mercado do produtor foi iniciado em 2013 e fomos desenvolvendo. Esse projeto tem os moldes dos mercados da Europa e será de primeiro mundo, o que combina com Maricá, que já tem esse perfil”, destacou.

 

O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Carolino Gomes dos Santos ressaltou a importância do novo mercado. "É uma obra de cunho social muito grande, o mercado vai poder incentivar a produção, dar suporte ao produtor. Aqui ele vender o seu próprio produto, além disso a comunidade terá contato direto com toda produção”, finalizou.  

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino