Covid-19: Maricá vai multar quem não usar máscara e não respeitar o distanciamento social


Como moradores e visitantes de Maricá, cidade da Região Metropolitana II do Rio, não estão respeitando as medidas de proteção contra o coronavirus, o prefeito Fabiano Horta (PT) decidiu tomar medidas mais enérgicas.

Foi publicado nesta quarta-feira (05) no Jornal Oficial de Maricá (JOM) o decreto permitindo a aplicação de multas em quem não respeitar o uso obrigatório de máscara e o distanciamento social de pelo menos 1,5m.

A multa será de R$ 50 para pessoas físicas e de R$ 500 para as pessoas jurídicas que descumprirem a lei. Inicialmente será aplicada uma advertência e a cada reincidência a multa anteriormente aplicada será dobrada.

A lei também multa quem não respeitar o distanciamento social e nos fins de semana ensolarados e feriados, serão instaladas barreiras sanitárias nos acessos a Maricá. Só poderão entrar no município moradores e quem comprovar que tem casa de veraneio. Os acessos as praias e lagoas também estarão interditados para moradores ou não.

Maricá registra, até esta terça-feira (04), 2.399 casos confirmados de Covid-19, com 87 óbitos e 2.205 pacientes se curaram da doença. Os óbitos deste boletim são de três homens de 62, 47 e 67 anos que moravam respectivamente no Flamengo, em Itapeba e Itaipuaçu. Há no momento 107 casos ativos da doença e 24 óbitos ainda estão em análise pela Secretaria de Estado de Saúde.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro informa que registra, até esta terça-feira (04), 168.911 casos confirmados e 13.715 óbitos pelo novo coronavírus e 146.119 se recuperaram da doença.