Covid-19: Carnaval 2021 de Maricá será discutido em outubro


A pandemia do coronavirus está mexendo com os calendários principalmente de eventos nos municípios brasileiros. Em Maricá, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, os 206 anos de emancipação político-administrativa da cidade em 26 de maio foram comemorados com uma série de lives, com artistas locais. E o carnaval do ano que vem, será realizado?

Essa resposta será conhecida somente em outubro. É o que ficou acertado na videoconferência realizada no final da manhã desta quarta-feira (15), com o secretário municipal de Turismo, José Alexandre; e os presidentes das escolas de samba, Alexandre Oliveira (Inocentes de Maricá); Wagner Carvalho (Azul e Branco); Adenis (Araçatiba); Leonardo (Unidos do Caxito); e mais, Bruno Jorge, presidente da LACAM; e Antonio Amaral, presidente da Comissão Permanente de Carnaval pela Prefeitura acompanhado de todos os membros da Comissão.

No encontro virtual, o representante da Inocentes propôs e foi aceito, discutir em outubro a realização ou não dos desfiles das escolas de samba maricaenses em fevereiro de 2021.

Preferiram aguardar a posição da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro que tomará posição em setembro sobre a realização ou não dos desfiles na Marques de Sapucaí.

Ainda devido a pandemia do Covid-19, o Troféu Imprensa não foi entregue no carnaval deste ano em Maricá. Vão estudar uma nova data, porque o Dia Nacional do Samba é comemorado em 15 de Novembro, que neste ano será realizada eleição para prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Também trataram do pagamento das subvenções para as agremiações e elaborar uma programação durante o restante do ano com lives visando manter vivo o espírito das escolas de samba de Maricá.

Os participantes saíram do encontro virtual satisfeitos com a posição do secretário de Turismo, José Alexandre, que mostrou-se entusiasmado e certo de que as escolas de samba além de trazer cultura, atraem moradores e turistas para Maricá, gerando emprego e renda.