Parlamentares do RJ vão fiscalizar término do contrato de concessão da BR-101

A bancada federal do Rio de Janeiro criará uma comissão externa para acompanhar as conversas entre o Ministério da Infraestrutura e a empresa Arteris, para encerramento do contrato de concessão da BR-101, trecho de 320 quilômetros entre a ponte Rio-Niterói até a divisa com o Espírito Santo. 

                                                           Deputado Sargento Gurgel (foto divulgação)

 

A resolução foi acertada nesta quarta-feira (08) em reunião por videoconferência com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o coordenador da bancada no Congresso Nacional, Sargento Gurgel (PSL), e os deputados federais Wladimir Garotinho (PSD), Marcão Gomes (PL) e Christino Áureo (PP).

 

A concessão da rodovia foi iniciada em fevereiro de 2008 e deveria durar até 2033. No trecho do Estado do Rio de Janeiro, ela liga as cidades de Campos dos Goytacazes, Conceição de Macabu, Quissamã, Carapebus, Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Silva Jardim, Rio Bonito, Tanguá, Itaboraí, São Gonçalo e Niterói.

 

“Ao longo desses mais de 10 anos de concessão, os usuários têm pago muito caro ao passar por cinco pedágios, e agora a Arteris não quer cumprir as obras previstas no contrato, entre elas, o contorno rodoviário de Campos e a duplicação do trecho entre Macaé e Rio Dourado. Iremos acompanhar esse processo de término da concessão e relicitação para que as obras prioritárias e necessárias sejam realizadas com a devida urgência”, afirma o deputado Sargento Gurgel.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino