Eleição 2020: Marqueteiros entram em ação via telefone


Após o Congresso Nacional definir as datas para a eleição de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, 15 e 29 de novembro, respectivamente, 1º e 2º turnos, os marqueteiros entraram em ação até para saber em quem votaria em 2022

Enquetes nas redes sociais são frequentes, como sempre tendenciosas, puxando a sardinha para um lado. A pesquisa quantitativa começou via telefone, também tendenciosa, ocupando quase que uma hora o tempo do eleitor.

Começa logo perguntando o que acha do prefeito da sua cidade, se a eleição fosse hoje em quem votaria. Depois, perguntas sobre a situação da sua cidade, do seu estado e também como vê a atuação do governador. Apesar da eleição ser municipal, nenhuma pergunta sobre a atuação dos vereadores.

Após inúmeras perguntas sobre prefeitos e governadores, para encerrar a ligação, qual o conceito que o eleitor faz do presidente da república e, se a eleição fosse hoje, em quem votaria: Bolsonaro (sem partido), Lula (PT) ou em nenhum deles?

Ao que tudo indica, a pesquisa não visa somente a eleição municipal de 2020. A de 2022 também.