Rachadinha: senador Flávio Bolsonaro ganha no TJ do Rio de Janeiro

 

Por dois votos a um, o tribunal decidiu que o caso dele será enviado ao Órgão Especial e sairá da primeira instância, mas as provas e as decisões do juiz Flávio Itabaiana, responsável pelas investigações desde outubro de 2018, serão mantidas. O parlamentar é suspeito de ter praticado a “rachadinha” na Alerj, ficando com parte dos salários de seus assessores quando era deputado estadual

                                                                                             Qual o filme que está passando na cabeça do senador?

 

Os desembargadores Paulo Rangel e Mônica Toledo votaram a favor da tese da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) de que ele tinha prerrogativa de foro no Órgão Especial do TJ.

 

O caso será retirado do juiz Flávio Itabaiana, que toca as investigações desde outubro de 2018.

 

As duas desembargadoras votaram a favor de manter as decisões do juiz de primeiro grau, o que não anularia as provas e nem a prisão de Fabrício Queiroz, acusado de ser o responsável pela operação financeira no gabinete do filho do presidente da república.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino