Obras na Avenida Marquês do Paraná serão entregues nesta quarta-feira

Além da duplicação e reurbanização da via,

uma estação de ônibus, idêntica às da TransOceância,

contraída sobre o mergulhão Ângela Fernandes,

começa a funcionar no final da tarde

A Prefeitura de Niterói entrega oficialmente as obras de urbanização e duplicação da Avenida Marquês do Paraná nesta quarta-feira (24), dia do padroeiro da cidade, São João. Após 10 meses de intervenções, a Marquês do Paraná ganhou pista exclusiva para ônibus nos dois sentidos, ciclovia, iluminação de LED, calçadas acessíveis e paisagismo. A Avenida Marquês do Paraná é uma importante via de ligação do trânsito do Centro com a Zona Sul e caminho quase obrigatório de quem sai da Região Oceânica para a Ponte Rio-Niterói.

 

No final da tarde desta quarta-feira os ônibus já começam trafegar pela nova pista exclusiva em direção ao Centro, junto ao canteiro central, e a fazer paradas na nova estação construída sobre o mergulhão Ângela Fernandes. Seguindo os mesmos padrões das estações da TransOceânica, a nova estação substitui o antigo ponto de ônibus que havia em frente ao Hospital Antônio Pedro e que provocava retenções no trânsito. No sentido contrário, a faixa exclusiva para ônibus segue junto à calçada, do lado direito.

 

A nova ciclovia bidirecional já pode ser usada diariamente. Ela liga a ciclovia da Avenida Ernani do Amaral Peixoto, no Centro, com a ciclofaixa da Avenida Roberto Silveira, em Icaraí.

 

“Antes das obras, os ciclistas tinham que se arriscar dividindo espaço com os carros na Avenida Marquês do Paraná. Agora, temos uma ciclovia segregada do trânsito de veículos, segura e que liga o Centro a praticamente todo o restante da cidade”, destaca o secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier.

 

Para quem anda a pé, a Avenida Marquês do Paraná reserva experiências novas. Além de acessibilidade, as novas calçadas contam com paisagismo, um verdadeiro boulevard, tornando a caminhada mais agradável.

 

A duplicação e reurbanização da Avenida Marquês do Paraná faz parte do pacote de melhorias na mobilidade urbana da cidade viabilizado pela atual administração municipal, que inclui o túnel Charitas-Cafubá, a TransOceânica, o mergulhão da Praça Renascença e a integração de ônibus, barcas e bicicletas, entre outras melhorias. A expectativa é a de que o tempo de deslocamento dos motoristas no trecho vai ser cerca de 20 minutos menor.

 

Para a realização da obra, o Município fez a desapropriação e demolição de mais de 50 imóveis no trecho entre as ruas Doutor Celestino e Miguel de Frias que eram necessárias para o alargamento da via e a implantação da ciclovia.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino