Comissão de impeachment do governador Witzel elege presidente e relator

Na primeira reunião da comissão de 25 deputados que analisará o processo de impeachment do governador Wilson Witzel foram escolhidos o presidente, Chico Machado (PSD), e relator, Rodrigo Bacellar (SDD). O grupo volta a se reunir presencialmente na próxima terça-feira (23) para iniciar a análise do pedido de impeachment acatado pelo plenário

Ao final da reunião desta quinta-feira (18), a presidência abriu espaço para deputados que não integram a comissão discursarem. O único a fazer uso da palavra foi o bolsonarista Filippe Poubel (PSL), que usava uma máscara com a frase “Fora Witzel”.

 

Poubel chamou de “circos do governador” os seis hospitais de campanha que deveriam estar funcionando desde o dia 30 de abril, e destacou a situação do hospital de Casimiro de Abreu como exemplo da má gestão e corrupção no governo estadual.

 

“Gastaram R$ 60 milhões num espaço onde só existem lonas e divisórias. Sendo que em frente ao circo do governador tem um hospital que está desativado. O dinheiro poderia ser investido na estrutura e passada a pandemia poderia atender a população num legado para a cidade”, disse Poubel.

 

 

Mais cedo, em videoconferência com deputados que integram a comissão fiscalizadora dos gastos com a covid-19, o secretário estadual de Saúde, Fernando Ferry, admitiu que a gestão anterior a sua errou ao montar a estrutura de hospital de campanha no quintal da unidade de saúde desativada em Casimiro de Abreu. Disse ainda que já solicitou à empresa de obras públicas um levantamento para reformar o hospital já existente, visto que o hospital de campanha tem apenas 50% da obra concluída.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino