Deputado pede urgência na distribuição de alimentos a estudantes do interior do RJ


As dificuldades enfrentadas por famílias de estudantes da rede estadual que vivem em cidades afastadas da cidade do Rio de Janeiro levaram o deputado Anderson Alexandre (SDD) a pedir urgência ao governador e ao secretário de Educação na distribuição de alimentos aos pais ou responsáveis dos alunos. São 15 solicitações para atender moradores de municípios do Leste, Norte e Noroeste fluminense, e das regiões dos Lagos e Serrana

As aulas na rede estadual estão suspensas desde o dia 13 de março em razão da pandemia do coronavírus. E desde abril foi sancionada pelo governo federal a Lei 13.987, que permite aos estados distribuírem aos pais ou responsáveis por alunos da educação básica os gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em situações de emergência.

Inúmeros estudantes estão privados de refeições devido ao fechamento das escolas e as dificuldades financeiras das famílias, motivos que levaram o deputado Anderson Alexandre formalizar indicações para a distribuição de alimentos aos pais ou responsáveis por alunos dos municípios de Trajano de Moraes, Tanguá, Silva Jardim, Rio das Ostras, Rio Bonito, Laje do Muriaé, Itaocara, Itaboraí, Cordeiro, Casimiro de Abreu, Arraial do Cabo, Cachoeiras de Macacu, Araruama, Aperibé e Santo Antônio de Pádua.

“Com escolas fechadas, a fome é realidade para muitas crianças. É inquestionável e urgente a necessidade da Secretaria de Educação organizar a distribuição de alimentos, temos que evitar um desastre maior em nosso estado”, afirma o deputado estadual Anderson Alexandre.