Niterói amplia testagem rápida para Covid-19 com sistema drive thru


População será encaminhada aos locais para fazer o exame por meio do aplicativo Dados do Bem. Após responder questionário de autoatendimento na plataforma digital, o usuário receberá mensagem informando se tem indicação para a testagem naquele momento

Em vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, o prefeito Rodrigo Neves (PDT) anunciou que, a partir de quarta-feira (3), o Município vai ampliar a oferta de testagem rápida para Covid-19 em dois pontos da cidade, no modelo de drive thru. O sistema, no qual não é necessário sair do carro para realizar o exame, vai funcionar todos os dias, das 8h às 17h, em dois locais:

Skate Parque Carlos Alberto Parizzi, na orla do bairro de São Francisco, Zona Sul, e na Avenida Dr. Raul de Oliveira Rodrigues, saída do Túnel Charitas-Cafubá, no Cafubá, na Região Oceânica.

Esta ação é resultado de uma parceria da Prefeitura com o Instituto D´Or de Pesquisa e Ensino, e será possível ser realizada por meio do aplicativo Dados do Bem (www.dadosdobem.com.br), desenvolvido pelo Instituto com a Zoox Smart Data. O uso desta tecnologia foi cedida à Prefeitura de Niterói através de um convênio sem custos aos cofres públicos.

A população será orientada pelo aplicativo caso seja necessário se encaminhar aos locais para fazer o teste rápido. Após responder a um questionário de autoatendimento na plataforma digital, o usuário receberá uma mensagem que informa se ele tem indicação para realizar a testagem naquele momento. Se confirmada, é enviado um convite para agendamento, com data e hora marcados. Casos identificados como graves serão orientados a buscar um atendimento imediato em unidade de emergência.

O local de testagem só poderá ser acessado por meio de carro. É necessário levar o celular com o voucher (um QR code) e a carteira de identidade. O resultado é enviado ao usuário pelo aplicativo. De acordo com o prefeito, o objetivo principal é avaliar a evolução da Covid-19 na população. Além disso, a utilização de ferramentas de tecnologia para geolocalização e vigilância fornecerá informações sobre a distribuição do vírus e dados estratégicos sobre a epidemia, favorecendo a tomada de decisão.

“Esse programa de cooperação, que não tem custos para a Prefeitura, vai nos ajudar muito no monitoramento dos casos em Niterói, junto com atuação do Programa Médico de Família e das unidades básicas de Saúde, que fazem o trabalho de vigilância epidemiológica em todas as regiões da cidade. Com esse serviço, a pessoa poderá agendar o teste e receber o resultado no seu celular, através do aplicativo”, explicou Rodrigo Neves.

Telemonitoramento – Esta semana, a Prefeitura de Niterói passou a oferecer um serviço de telemonitoramento de pessoas com sintomas sugestivos de infecção pelo novo coronavírus. Pelo site www.coronavirus.niteroi.rj.gov.br ou aplicativo para celular "Niterói - Serviços ao Cidadão", já disponível nas lojas da Apple e do Google, é possível acessar a plataforma digital que permite ao usuário fazer uma autoavaliação do estado de saúde e receber orientações personalizadas.

De acordo com o resultado, a pessoa pode cadastrar um telefone e/ou e-mail para receber mensagens e ligações de profissionais de enfermagem. A cada 24 ou 48 horas, os sintomas serão checados por essa equipe, que poderá encaminhar o paciente a uma das unidades de saúde de referência para Covid-19 na cidade ou, se houver necessidade, acionar o Samu.

Boletim – De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (29), Niterói tem 2.254 casos confirmados de Covid-19, com 723 em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. A cidade registra, até o momento, 107 óbitos e tem 1.326 pacientes recuperados.

Máscaras e medição de temperatura - O Cisp Móvel, um micro-ônibus equipado com sete câmeras de vigilância e conectado às mais de 500 câmeras do Centro Integrado de Segurança Pública, esteve nesta sexta-feira (29), no Largo da Batalha. Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública e guardas municipais entregaram máscaras e fizeram a medição da temperatura corporal das pessoas que passavam pelo local.