Covid-19: Hospital Santa Teresa em Petrópolis recebe R$ 202 mil para atendimentos pelo SUS

Vinícius Farah indicou a destinação recursos

para hospitais filantrópicos que atuam na pandemia

da Covid-19 conveniados com a rede pública

O Hospital Santa Teresa é um dos principais parceiros da saúde pública em Petrópolis, responsável por mais de três mil internações pelo SUS por ano e mais de 240 mil atendimentos pela rede pública anualmente.  E para que a instituição filantrópica continue atendendo pelo SUS durante a pandemia de Covid-19 os casos de infecção pelo novo coronavírus que o deputado federal Vinícius Farah (MDB-RJ) conquistou uma verba de R$ 202 mil para que hospital invista no atendimento público.

                                                                                                          Deputado federal Vinícius Farah

“É fundamental para o sistema de atendimento de Petrópolis. Só em leitos de UTIs, o Santa Teresa mantém uma parcela significativa de todos os 112 disponíveis na rede pública. O hospital é importantíssimo para a saúde na cidade”, aponta Vinícius Farah, justificando a indicação de aplicação de recursos federais na unidade.

 

A verba faz parte do montante de R$ 340 milhões que serão destinados pela União para santas casas e hospitais filantrópicos de todo o Brasil em uma primeira etapa.  São mais de mil unidades que recebem verbas. A liberação dos recursos foi estabelecida pela Portaria 1.393/20, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (22).  O critério de rateio para alocação dos recursos financeiros teve como base o quantitativo de leitos SUS inscritos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde-CNES até o último dia 12. Uma segunda parcela, de R$ 1,6 bilhão, será liberada nas próximas semanas e o Ministério da Saúde vai definir o rateio entre os hospitais.

 

No Estado do Rio recebem recursos 23 hospitais e santas casas de saúde e, o Santa Teresa é uma das duas unidades da região serrana que estão sendo beneficiadas.

 

O Santa Teresa faz mais de 240 mil procedimentos ao ano para a rede pública em exames, cirurgias, internações, tratamentos e atendimentos ambulatoriais.  Com 60 dos seus 156 leitos voltados para o atendimento ao SUS, o HST é responsável por três mil internações/ano pela rede pública, dos quais 1.250 são atendimentos de emergência.

                                                                                                                                                                                                (foto Agência Brasil)

Desde o início da pandemia, o HST já atendeu a 134 casos, pacientes das redes pública e particular, entre suspeitos e confirmados de Covid-19. O hospital tem sete leitos de UTI a serem usados por pacientes do coronavírus entre os 23 que mantém para todos os atendimentos intensivos pelo SUS que chegam à unidade.

 

 O HST é referência em cirurgias de alta complexidade em neurologia, cardiologia e ortopedia. No ambulatório do SUS na unidade são realizados, em média, 1,2 mil atendimentos por mês.

 

Vinícius Farah, representante das regiões Serrana e Centro-Sul na Câmara Federal, conquistou ainda mais R$ 192 mil para o Hospital das Clínicas Nossa Senhora da Conceição, em Três Rios, unidade também administradas pela Associação Congregação de Santa Catarina e considerada de referência.

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino