Delaroli e Quaquá unidos em live após 12 anos de quebra pau e ofensas


No início da noite desta sexta-feira (15) aconteceu o que muita gente, principalmente no mundo político e em Maricá, não acreditava: Marcelo Delaroli (PL) e Washington Quaquá (PT) juntos numa videoconferência ao vivo nas redes sociais falando sobre Itaboraí e Maricá, cidades da Região Metropolitana II do Rio de Janeiro

(reprodução/Agência GBNEWS)

Abrindo a videoconferência, intermediada por Lourival Casula, ex-secretário de Maricá, Marcelo Delaroli disse que após 12 anos de quebra pau na política, acima de qualquer posição partidária, tiveram a grandeza de sentar para tratar do futuro político-econômico das cidades limites Maricá-Itaboraí-São Gonçalo num projeto macro para os três municípios.

No início do ano o GBNEWS deu em absoluta primeira mão que o ex-deputado federal Marcelo Delaroli iria disputar a prefeitura de Itaboraí com o apoio do ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, hoje vice-presidente nacional do PT. E um dos assuntos da videoconferência foi Itaboraí.

“Itaboraí hoje não tem projeto, não tem gestão, não tem saneamento básico, a saúde está um caos. Itaboraí tem orçamento de R$ 700 milhões de orçamento e o gestor não busca parcerias.

Itaboraí deve seguir o exemplo de Maricá nesta pandemia do coronavírus com programas assistenciais”, disse Marcelo Delaroli, que deixou Maricá para morar em Itaboraí.

Washington Quaquá considerado a maior força política de Maricá, onde foi prefeito por dois mandatos e fez seu sucessor Fabiano Horta, que disputará a reeleição, falou das ações que estão sendo feitas para combater a pandemia de coronsavírus em Maricá.

“A moeda social Mumbuca está beneficiando cerca de 45 mil pessoas com R$ 130 cada uma. Fabiano Horta está dando um show. A cidade tem 50 leitos com respiradores e vai chegar brevemente a 100. Os polos de atendimento fazem a triagem de suspeitos com o vírus.

Trabalhadores do comércio vão receber também ajuda social da prefeitura. Brevemente, Maricá terá uma fábrica de respiradores e laboratório de testes do covid-19”, disse o ex-prefeito Quaquá.

Marcelo Delaroli encerrando a live, afirmou que é possível levar para Itaboraí o vermelhinho tarifa zero – que é sucesso em Maricá -, que não tem rabo preso para acabar com o monopólio da Viação Rio Ita, e que Itaboraí pode sair da UTI, basta ter um gestor que busque recursos, que tenha projetos”, disse Delaroli que se recuperou do coronavírus.

Marcelo Delaroli e Washington Quaquá durante uma hora passaram uma mensagem positiva para reerguer Itaboraí, que segundo eles tem uma gestão fraca.

Encerrando a transmissão, Lourival Casula desejou sucesso a Marcelo Delaroli nas eleições de outubro para tirar Itaboraí da situação que se encontra.