Prefeito de Niterói destaca isolamento social como principal arma contra o coronavírus

Em discussão no YouTube, Rodrigo Neves e os prefeitos

de São Paulo e Recife falaram de suas experiências diante da pandemia da Covid-19

                                                    Rodrigo Neves falou das ações em Niterói (foto Douglas Macedo)

 

O prefeito Rodrigo Neves (PDT) discutiu nesta sexta-feira (1º de Maio) com os prefeitos de São Paulo, Bruno Covas, e de Recife, Geraldo Júlio, as medidas que estão sendo tomadas em cada uma das cidades para combater a pandemia do novo Coronavírus. O debate, no canal do Fórum Inovação Saúde (FIS) no You Tube, teve a mediação de Josiel Vilar, presidente da iniciativa FIS, com comentários do CEO do Hospital Sírio-Libanês, Paulo Chapchap.

 

O prefeito de Niterói destacou que não existe vacina ou medicação para recuperação rápida dos pacientes infectados e que a única forma de conter o avanço da pandemia é o isolamento social. “Não temos vacina, não temos medicação que possa curar rapidamente as pessoas nos leitos de UTI. O novo coronavírus avançou rapidamente. A epidemia que começou na China em dezembro, chegou à Europa em janeiro, em fevereiro avançou para os Estados Unidos e no início de março já tinha chegado ao Brasil e ao continente Sul Americano. A nossa geração nunca viveu uma situação semelhante”, disse Rodrigo Neves.

 

 

O prefeito também ressaltou que um dos maiores desafios tem sito enfrentar as múltiplas consequências da pandemia, que tem uma dimensão que ultrapassa a área de saúde. “A pandemia não é apenas um fenômeno de saúde pública. Essa é a face mais visível. Mas há graves consequências econômicas e sociais envolvidas. Para enfrentar a pandemia, portanto, não há soluções simples. As respostas são complexas e é preciso ter uma visão integrada com várias ações coordenadas pelo poder público”, concluiu.

 

Rodrigo Neves também enumerou as ações que a prefeitura de Niterói tem implementado para conter a pandemia, como a sanitização de todas as ruas e comunidades, a distribuição de um milhão de máscaras, a aquisição de testes rápidos, a criação de um centro de quarentena, a inauguração de um hospital voltado para os pacientes graves da doença, a decretação do fechamento do comércio e do isolamento social, o pagamento de auxílio emergencial para a população carente, a linha de crédito para empresas, entre outras medidas.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas destacou as medidas que a cidade de São Paulo vem adotando para combater a pandemia e as dificuldades que está encontrando para manter a população em isolamento social.

 

“Estamos fazendo uma análise diária da situação. São Paulo chegou a ter uma redução de 80% no número de passageiros nos ônibus e esse índice caiu nos últimos dias. Por isso, estamos adotando medidas como o bloqueio de vias e a obrigatoriedade do uso de máscaras”, destacou o prefeito de São Paulo.

 

O prefeito de Recife, Geraldo Júlio, disse que está usando a tecnologia para monitorar os locais de maior aglomeração de pessoas. “Nós temos aqui em Recife um grande centro tecnológico que desenvolveu um sistema de rastreamento por sinal de celular. A cidade em 1,6 milhão de habitantes e a gente consegue mapear as localidades onde há aglomeração e notificar as pessoas via mensagem nos smartphones. Também estamos usando carros de som e drones para alertar a população da importância de se permanecer em casa”, disse Geraldo Júlio. 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino