Maricá gastou R$ 80 milhões para construir o Hospital Municipal Che Guevara

Pacientes acometidos do coronavírus serão internados a partir deste domingo (03) no Hospital Municipal Che Guevara, em Maricá, que foi inaugurado na tarde desta sexta-feira (1º de Maio – Dia do Trabalhador) pelo prefeito Fabiano Horta (PT). A construção demorou cinco anos, teve o custo inicial orçado em R$ 45 milhões, mas foi concluído com gastos da ordem de R$ 80 milhões, recursos próprios da Prefeitura segundo a Secretaria de Comunicação Social. O hospital conta com o que existe de mais moderno em equipamentos.

Nesta primeira etapa atenderá somente casos de coronavírus. O hospital tem capacidade para 137 leitos: enfermarias clínicas, de urgência e emergência, infantis, adultas e de idosos. Em sua área externa, possui um estacionamento com capacidade para 238 vagas. Ainda do lado de fora, o hospital possui um tanque de oxigênio de 11 mil litros (9.200 m³) para abastecer toda a unidade.

 

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o hospital nesta primeira etapa funcionará como polo de atendimento aos casos mais graves de infecção da doença. Nesta primeira fase, o Che Guevara receberá apenas pacientes graves de Covid-19, que serão encaminhados pelas unidades de saúde básicas e dos polos de atendimento montados no Centro, em Ponta Negra e Itaipuaçu.

Segundo Fabiano Horta, inicialmente o hospital foi aberto com 75 leitos (20 de UTI, cinco de trauma, 10 de suporte e 40 de enfermarias). O atendimento de livre demanda, em que o paciente vai às unidades se consultar não será realizado nesta primeira etapa.

                                                  Fabiano Horta falou sobre o equipamento do novo hospital

Dividido em três blocos- A, B, C- no primeiro estão localizadas as salas de trauma, de observação, consultórios, odontologia, medicação, pequenos procedimentos, quartos, leitos, centro de imagem; no B estão o centro cirúrgico, os dois Centros de Terapia Intensiva (CTI) e observação individual. Já no C, estão localizados os quartos, vestuário, laboratório, farmácia, rouparia e refeitório, além da área administrativa.

 

O hospital conta com os mais modernos equipamentos que são referência no país. No CTI, por exemplo, o aparelho de Raios-X digital, é capaz de realizar o exame no local, sem a necessidade do deslocamento do paciente.

 

A farmácia está totalmente abastecida para o início do funcionamento, e tem uma máquina fracionadora, que identifica medicamentos que saem do setor e vão para outras áreas do hospital. 

O Hospital Municipal Che Guevara foi construído às margens da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) Km 22,5, em São José do Imbassaí, Maricá, sentido São Gonçalo.

 

Devido a solenidade de inauguração a unidade está passando pelo processo de higienização.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino