Prefeitura de Niterói vai injetar R$ 150 milhões na economia da cidade

Fundo Supera Niterói, que garante até R$ 250 mil de empréstimos para empresas a juro zero, abre inscrições nesta sexta-feira.

A Prefeitura de Niterói vai injetar R$ 150 milhões na economia da cidade por meio do Fundo de Crédito Emergencial (Fundo Supera Niterói) de apoio às micros e pequenas empresas sediadas na cidade que terão direito a pegar empréstimos a juro zero em instituições financeiras credenciadas pelo município. A partir de hoje, sexta-feira (24), as empresas interessadas  podem se cadastrar no site da Secretaria Municipal de Fazenda, através do link https://fazenda.niteroi.rj.gov.br/fundoniteroisupera.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), falou da assinatura com o Banco do Brasil, primeira instituição a assinar a contrato para participar desse programa.

“Niterói e o Banco do Brasil já tem uma parceria sólida de trabalho construída ao longo dos anos. Estamos em um momento de salvar vidas e evitar tragédias humanitárias, mas também precisamos tirar as empresas da UTI. Niterói está fazendo algo inovador e espero que sirva de exemplo para outras cidades fazerem algo parecido”, conta o prefeito.

 

 De acordo com a secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, os empréstimos poderão variar entre R$ 25 mil e R$ 250 mil, em uma linha de crédito de R$ 150 milhões. O programa faz parte do plano de ações para mitigar os impactos socioeconômicos provocados pelas ações de combate ao coronavírus na cidade.

“Com o Fundo Niterói Supera, a prefeitura pretende fortalecer e dar resiliência para as micro e pequenas empresas de Niterói. Pretendemos deixar as empresas vivas nesse período difícil em que muitas tiveram suas atividades prejudicadas devido ao isolamento social e pretendemos voltar, tão logo possível, às nossas atividades e o nosso crescimento. Então o nosso objetivo é que elas tenham condição de tomar o empréstimo de capital de giro da forma mais barata possível e por isso a prefeitura vai assumir integralmente os juros das operações”, explicou a secretária.

Poderão ser beneficiadas pelos empréstimos para capital de giro microempresas e pequenas de pequeno porte; cooperativas ou associações de produção que congreguem pequenos produtores; profissionais autônomos e liberais. Será preciso ter registro e alvará de funcionamento ativo no Município de Niterói.

O fundo terá os seguintes limites para financiamento de capital de giro: até R$ 25 mil para profissionais autônomos e liberais; até R$ 50 mil para microempresas; até R$ 150 mil para cooperativas e empresa de pequeno porte com faturamento de até R$ 2,4 milhões; até R$ 250 mil para empresa de pequeno porte com faturamento superior a R$ 2,4 milhões até R$ 4,5 milhões.

 

 

“Em nome do Banco do Brasil eu falo da satisfação da empresa em fazer parte desse programa. Estamos imbuídos no mesmo propósito e com o mesmo engajamento em fazer o melhor por Niterói”, disse João Pinto Rabelo Junior, vice-presidente de Agronegócios e Governo da instituição.

Para ingressar no programa, a empresa deverá acessar o portal do Fundo Niterói Supera e inserir seu CNPJ para consultar a possibilidade de adesão e realizar o cadastro. Após a validação do cadastro, a prefeitura vai atestar que a empresa possui alvará em Niterói, encaminhar a informação à instituição financeira e direcionar a empresa diretamente ao banco cadastrado pela prefeitura. Assim que o crédito aprovado pela instituição financeira, o beneficiário estará imediatamente habilitado no programa. Outras instituições financeiras que quiserem participar do Fundo Niterói Supera ainda têm até a próxima semana para se cadastrar no site da Secretaria de Fazenda.

 


 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino