Maricá atende governador e doa R$ 45 milhões para São Gonçalo construir hospital


O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), recebeu sinal verde dos vereadores e vai doar R$ 45 milhões, dos cofres públicos, para a construção de um hospital de campanha em São Gonçalo. O pedido foi feito a Horta pelo governador Wilson Witzel (PSC) e também ao prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), que até o momento não se manifestou. Esta unidade será para atender vítimas do coronavírus.

São Gonçalo é o segundo maior município do Estado do Rio de Janeiro, com cerca de um milhão de habitantes, 665 mil eleitores e é coberto por hospitais públicos, privados e clínicas particulares, que também atendem associados de planos de saúde, além de postos públicos.

Em Maricá, a população tem o Hospital Municipal Conde Modesto Leal e o novo hospital que está para ser inaugurado em São José do Imbassaí, além dos postos de saúde. A prefeitura entregará nos próximos dias, três polos de atendimento semelhantes aos hospitais de campanha. Um no Centro, outro em Itaipuaçu e o terceiro em Ponta Negra.

Quem tem plano de saúde em Maricá e se quiser buscar atendimento fora da rede pública, vai para São Gonçalo ou Niterói. Maricá tem cerca de 160 mil habitantes e nenhuma clínica médica particular.

A construção do novo hospital de São Gonçalo ficará sob a responsabilidade do Governo do Estado, através do Fundo Estadual de Saúde.