top of page

Nova ponte da antiga Rua 83, em Itaipuaçu, é entregue à população


A nova ponte da Rua Douglas Marques Rienti (antiga Rua 83), no Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, Maricá, foi entregue aos veículos na tarde desta quinta-feira (20). A peça viária sobre o Canal da Costa, com 10 metros de largura e 37 de extensão, foi construída em pouco mais de três meses e tem duas faixas de rolamento, o que permite a circulação em dois sentidos simultaneamente

(fotos Clarildo Menezes)

Homens e máquinas do município aplicaram a pavimentação ainda na noite de quarta-feira (19) e deram os retoques finais na manhã seguinte. No ato de entrega, o prefeito Fabiano Horta (PT) ressaltou que a topografia local, cortada por um extenso canal que separa a parte da orla do restante do bairro, cria a necessidade dessas constantes ligações viárias.

“Esta era mais uma realização coletiva, o que inclui também os trabalhadores que deram sua contribuição através do suor e do conhecimento. Nós estamos naturalizando essas grandes ações e isso estabelece uma revolução na cidade”, disse o prefeito, que apontou Itaipuaçu como um pólo de desenvolvimento do município. “É o bairro nosso que mais cresce e que ocupa um protagonismo inédito. Hoje a orla de Itaipuaçu é o lugar mais belo que temos, um símbolo do crescimento”, sentenciou.

Itaipuaçu deve ganhar outras cinco pontes ainda este ano: nas ruas 53, 116 e na Estrada dos Cajueiros. As peças estão em construção, enquanto nas ruas 70 e 128 a intervenção está prevista para começar em março. Além dessas travessias, Itaipuaçu também está recebendo intervenções da Prefeitura na construção da nova orla, na duplicação da Estrada dos Cajueiros e na sede da Prefeitura.

Fabiano Horta conversa com Epson Tavares

Logo após a abertura, o primeiro motorista a cruzar a nova ponte foi comerciante Epson Tavares, de 44 anos, nascido e criado no Jardim Atlântico, que fez questão de parabenizar o prefeito pela obra. “Antes a gente só tinha a ponte com uma única pista e agora temos uma pista dupla, estava precisando mesmo. Isso é o direito de ir e vir garantido”, ressaltou o morador.

bottom of page