ALERJ pode estar sendo “espionada” pelo governo do estado

Está publicado na edição desta sexta-feira (07) do Diário Oficial do Legislativo um questionamento que pode piorar ainda mais a relação do presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano (PT) e o secretário de Desenvolvimento Econômico do governo Witzel (PSC), Lucas Tristão

Em requerimento, Ceciliano quer informações questionando se alguém do Palácio Guanabara está espionando os deputados.

 

O documento é bastante amplo, perguntando se estão em andamento "escutas telefônicas, captações ambientais, interceptações físicas (seguir pessoas e captar suas imagens, encontros e afazeres), 'ações controladas' com infiltrações de agentes, a captação de mensagens de SMS ou qualquer outro aplicativo de mensagens e e-mail, contra autoridades públicas (parlamentares, desembargadores, promotores de justiça, juízes, dentre outros), seus familiares e afins".

Já corria há tempos nos corredores da política que o ex-juiz (Wilson Witzel) teria montado um "bunker" para ficar de olho em seus desafetos. Agora, o questionamento é oficial.

 

Apesar de o documento publicado hoje ser genérico, ele tem alvo certo: Lucas Tristão já está, há algum tempo, em guerra com os deputados. O confronto se acirrou depois que eles rejeitaram sua indicação para o conselho da Agenersa, seu subsecretário Bernardo Sarreta. (fonte Extra)

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino