Pesquisa e ordem de Lula podem mexer na chapa de Rodrigo Neves em Niterói

Recentemente o prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT) anunciou que apoiará a chapa formada pelo seu secretário  Axel Grael (PDT) e o deputado estadual Paulo Bagueira (SD) à sua sucessão na eleição de outubro. Como na política nunca está tranquilo, a tendência é mudar tudo. Além do mais, o presidente de honra do PT, Luiz Ignácio Lula da Silva, quer que o partido tenha candidato próprio nas grandes cidades visando as próximas eleições para governadores e presidente da república

                                                                                           Lula conta com Rodrigo Neves em 2020 e em 2022

 

Uma pesquisa interna revelou que a dobradinha Grael-Bagueira não teria motivado o eleitorado niteroiense e, com isso, a chapa pode ser alterada trazendo esperança para o secretário de Governo Comte Bittencourt (Cidadania), secretária de Fazenda Geovanna Victer e o deputado federal Chico D’Ângelo, todos ainda sonhando com uma possível pré-candidatura com apoio de Rodrigo Neves.

 

Para mexer ainda mais com a política niteroiense, o ex-presidente da república, Lula da Silva, teria determinado que o Partido dos Trabalhadores deverá ter candidatura própria nos grandes municípios do país. Niterói está nesse contexto e o candidato poderá ser o deputado estadual Waldeck Carneiro, aliado de Rodrigo Neves que um dia foi do PT, mas que não consegue ou não quer esquecer o Partido dos Trabalhadores.

 

Numa composição política o PT teria um nome como cabeça de chapa e Rodrigo Neves indicaria o vice. O Partido dos Trabalhadores não quer perder o protagonismo político de olho nas eleições de 2022.

 

Só para vocês entenderem, com a eleição de sua nova executiva, o PDT de Niterói virou PT de vez. O novo comando do partido fundado por Leonel Brizola é o seguinte: presidente, Rodrigo Neves, ex-PT; vice-presidente, Chico D’Ângelo, ex-PT; tesoureiro, Marcelo Martins, ex-PT; secretário-geral, Miguel Vitoriano, ex-PT; vogais Fernanda Sixel, ex-PT, e Bárbara Siqueira, ex-PT.

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino