Maricá com suas belezas naturais é o novo point do litoral fluminense

 A cidade de Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, a cada ano que passa vem se transformando num novo point do litoral fluminense e tem suas explicações. Campeã em arrecadação do royalties do petróleo, a administração municipal vem investindo pesado em infraestrutura, turismo – apesar do amadorismo dos empresários locais neste setor -, reurbanização das praças e orlas, além da acessibilidade etc.

                             Praias de Maricá são procuradas por turistas de várias localidades

 

Com uma população em torno de 160 mil habitantes, por estar perto da capital (cerca de 60 km) e ao lado de Niterói, São Gonçalo, Saquarema e Itaboraí, a cidade vem recebendo grande número de turistas também de outros estados, e até de fora do país que chegam para curtir as praias, lagoas, trilhas e a área rural.

 

Neste último domingo de 2020 (29), turistas com suas famílias de vários cantos, se juntaram aos maricaenses para curtir o sol na lagoa do Boqueirão,  como foi o caso do operador de máquinas Washington Guimarães Silva, 57 anos, de Itaborai, que chegou com um grupo de 20 pessoas. “A gente adora essa parte aqui. Está tudo muito bonito”, disse.

 

A orla Zé Garoto também recebia visitante como  Leide Cristina da Silva, de 30 anos, que estava com mais cinco pessoas da família. Ela disse ter se surpreendido com a obra feita no local e inaugurada há pouco mais de um ano. “Ficou lindo agora com as quadras de vôlei e esse chuveirão. Quero vir mais vezes”, planeja ela.

Na quadra, outro grupo vindo de Madureira (subúrbio do Rio) se divertia numa partida de vôlei e afirmou que está curtindo bastante a cidade.

 

“Fomos a um show ontem (sábado) em Araçatiba e estava tudo muito bonito e organizado. A cidade está perfeita e com certeza virei muito nesse verão”, garantiu o estudante de Educação Física Charles Magalhães, de 32 anos, que veio pela primeira vez a Maricá.

 

Também moradora do Rio mas frequentadora assídua da cidade, a advogada Bianca Fernandes passou o domingo na praia de Cordeirinho à beira do lagomar que se formou na areia. “Temos uma casa em Bambuí e sempre passamos aqui o fim de ano. Parte da família se mudou para cá pois Maricá é uma cidade muito atraente e receptiva, e atualmente a estrutura está perfeita”, constatou a moradora do Anil, em Jacarepaguá (na Zona Oeste).

Tradicionalmente o local mais frequentado de Maricá na temporada, a praia de Ponta Negra vem recebendo uma atenção especial principalmente no setor de limpeza. Cerca de 40 garis  atuam diariamente em todo o bairro para retirar os resíduos deixados nas ruas e na areia. Na semana do Natal, foram recolhidas cerca de 52 toneladas de lixo só na localidade, quando a média diária na cidade é um pouco maior que o dobro disso. Segundo a autarquia, a equipe ficará permanentemente no bairro durante todo o verão.

                                                                                                                               CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Amanhã, último dia (31) do ano, em todos os cantos de Maricá haverá réveillon com apresentações de artistas locais, como em Ponta Negra, Itaipuaçu e na orla de Araçatiba, onde está a Árvore de Natal flutuante.

A programação do Natal Iluminado de Maricá vai até o próximo dia 06 de janeiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino