CCJ da Câmara é a favor da prisão de réu após condenação em segunda instância

Decisão contraria entendimento do STF,

que vinculou execução da pena a esgotamento de recursos.

Texto ainda passará por discussão em comissão especial e no plenário

                                          Câmara Federal

 

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (20) relatório favorável a uma proposta que permite a execução da pena de prisão logo após a condenação do réu na segunda instância do Judiciário.

 

O texto foi aprovado por 50 votos a 12 e segue agora para uma comissão especial. Depois, ainda terá de ser discutido no plenário da Casa.

 

Há duas semanas, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu de forma contrária e vinculou o início do cumprimento da pena ao chamado trânsito em julgado (momento em que se esgotaram as possibilidades de recurso do réu.

 

Com esta decisão foram libertados vários condenados, como o ex-presidente da República, Luiz Ignácio Lula da Silva (PT).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino