Alerj aprova ações para reduzir desperdício de água e luz nas escolas

 As escolas estaduais do Rio de Janeiro podem adotar o programa “Escola Inteligente, Consumo Consciente” para reduzir o desperdício de água e energia elétrica. É o que determina o projeto de lei 677/19, da deputada Rosane Felix (PSD), aprovado em primeira discussão pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta quinta-feira (07).

                                           Deputada Rosane Felix preocupada com o desperdício de energia e água

 

Algumas das ações propostas são a instalação nas escolas de torneiras automáticas e lâmpadas LED com sensor de presença. O programa também prevê que o governo substitua equipamentos elétricos por modelos mais novos, que consumam menos energia, além de manutenção periódica das redes elétrica e hidráulica das escolas. Também deverão ser realizadas ações de conscientização sobre o desperdício de água e luz.

 

“Além de reduzir custos e modernizar as escolas, estaremos também conscientizando os estudantes, que podem ser multiplicadores de informações na sociedade. O investimento do governo será mais do que compensador, pois haverá retorno aos cofres públicos com a economia que será gerada”, destaca Rosane Felix.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino