Rei Arthur "parceiro" de Cabral foi preso nos Estados Unidos

 Miami (USA) - Foi preso nesta sexta-feira (25) o empresário Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido como “Rei Arthur”, que negociava um acordo de colaboração premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. Ele estava na lista de procurados da Interpol desde 2017.

O empresário é acusado de estar envolvido em um esquema de compra de votos para que o Rio de Janeiro se tornasse sede da Olimpíada de 2016. Segundo o ex–governador Sérgio Cabral (MDB), em depoimento à justiça, foram usados 2 milhões de dólares na compra do apoio.

 

Empresas do  Rei Arthur  tinham contratos de R$ 3 bilhões com 10 secretarias do governo de Sergio Cabral e o MPF diz que ele pagou propinas de interesse do ex-governador, no Brasil e no exterior, em troca de favorecimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino