Lançado o programa ‘Busca Ativa Social’ em Teresópolis

O lançamento nesta terça (25), do programa ‘Busca Ativa Social’ pelo prefeito Vinicius Claussen (Cidadania) e o secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Jaron, oficializa o trabalho de campo que já vem sendo feito por funcionários dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). A ação é realizada em conjunto com as secretarias de Saúde e de Educação

                                        Maria Luíza foi a motivadora do programa Busca Ativa Social (fotos Jorge Maravilha)

 

 A elaboração e implantação do programa foram agilizadas a partir do gesto solidário da estudante Maria Luiza Quental, de 10 anos. No início do inverno, Malu mobilizou as redes sociais, pedindo que o Ginásio Pedrão fosse aberto para acolher a população em situação de rua. Inclusive, a atitude da menina ganhou a adesão da atriz Malu Mader.

 

 “Entendemos essa atitude da Maria Luiza como um despertar social fundamental, de cuidado com as pessoas em vulnerabilidade social e que precisam ser acolhidas. Valorizando a iniciativa, Malu foi nomeada ‘embaixadora’ do nosso programa ‘Busca Ativa Social’, anunciou o prefeito.

 Ter responsabilidade social e ser solidário independe da idade. “Eu poderia muito bem pensar que tá frio, mas eu tenho o meu cobertor, minha casa e meu teto. Mas não sou uma pessoa sozinha no mundo, tenho que me colocar no lugar do outro. É uma felicidade representar essas pessoas. Vou tentar acolher elas para que tenham condições melhores”, disse Malu Quental.

 

 O programa

 

Cerca de 30 agentes, identificados por colete, visitam os bairros à procura de famílias com perfil socioeconômico para inclusão nos programas sociais do Governo Federal, mas que ainda não estão inseridas no Cadastro Único. Já foram visitados os bairros Fonte Santa, na área urbana, Água Quente e Bonsucesso, na zona rural.

 

 “Nossa gestão utiliza o software de assistência social GESUAS, para nos auxiliar no atendimento às famílias e usuários do Sistema Único de Assistência Social. Em 14 meses de governo, atingimos quase três mil novos cadastros de pessoas que tinham direito a benefícios, mas que ainda não eram assistidas”, relatou o prefeito Vinicius Claussen.

 

 A Secretaria de Desenvolvimento Social é a porta de entrada do cidadão para as políticas públicas. “Não é só o Bolsa Família, existem vários programas que podem ser acessados, desde que a pessoa seja cadastrada no CADÚnico. A integração com a Saúde e a Educação nos permite melhorar o Índice de Gestão Descentralizada. Teresópolis saiu da penúltima colocação, em 2018, e está entre os 10 municípios melhor colocados”, explica Marcos Jaron. Ele se refere ao IGD, indicador desenvolvido pelo Ministério da Cidadania para apoiar os municípios nas ações de gestão do Programa Bolsa Família e do Cadastro Único.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino