Samba-enredo do carnaval 2020 da Viradouro será escolhido neste sábado

Com três composições finalistas, a Unidos do Viradouro, escola de samba de Niterói, faz neste sábado (21),  a partir de 21h, a festa para escolher o samba-enredo que será cantado no Carnaval 2020. Além de um espetáculo especialmente preparado para a ocasião, dirigido por Valci Pelé e que terá a participação de todos os segmentos, uma outra atração será destaque na programação da noite. As Ganhadeiras de Itapuã, grupo musical baiano que, com seus cânticos seculares inspiraram o enredo “Viradouro de alma lavada”, subirão ao palco para um show que promete emocionar

                                                               Ganhadeiras de Itapuã num flagrante  de Leto Carvalho

 

Maria de Xindó, vocalista das Ganhadeiras, diz que a expectativa está imensa em relação à final.

 

"O grupo todo está ansioso e torcendo pra que sábado chegue logo. Não só por causa do nosso show, mas pelo samba que será escolhido. Todos os sambas nos emocionaram muito", disse.

 

Os sambas-enredos finalistas reúnem os seguintes compositores:

 

                        CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

– Claudio Mattos, Thiago Meiners, Maninho da Cuíca, Oliveira, José Bastos e Marco Moreno;

 

– Dadinho, Fadico, Rildo Seixas, Manolo, Anderson Lemos, Carlinhos Fionda e Alves;

 

– Dan Passos, Victor Rangel, Deco, Hélio Porto, Cristiane Mazarim, Ari Jorge, Serjão, Henrique Hoffman e Miranda.

 

A ordem de apresentação será definida por sorteio na noite da final. O ingresso, já à venda na secretaria da escola (Avenida do Contorno, 16, Barreto, Niterói) custa R$ 20. Informações: (21) 2628-5744.

 

A Viradouro será a segunda escola a entrar na Marquês de Sapucaí no domingo de Carnaval e o desfile terá a assinatura dos carnavalescos Tarcisio Zanon e Marcus Ferreira, estreantes na vermelho e branco niteroiense.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino