Policiais civis homenageados na Câmara de Niterói


Policiais civis lotados na 78ª DP (Fonseca)

foram homenageados, na tarde desta quarta-feira (04),

pelo presidente da Comissão de Segurança da Câmara,

vereador Renato Cariello (PDT)

Delegados, inspetores e oficiais de cartório receberam moções de aplauso, medalha e títulos de Cidadão Niteroiense e Benemérito. Cariello lembrou que a profissão exercida pelo policial é uma das mais difíceis nos dias atuais. Os agentes participaram da Operação Pégasus que desbaratou uma quadrilha especializada em fraldar planos de saúde.

- Muitos cobram, mas poucos reconhecem. Fui policial militar durante 34 anos e sei bem como é. Por isso faço questão de reconhecer quando o trabalho é bem realizado – disse o vereador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Coube ao inspetor Lino da Costa Gomes, que se recupera de um problema de saúde, receber a Medalha José Clemente Pereira. Guilherme Vieira da Costa foi agraciado com o Título de Cidadão Benemérito e Alexandre David Fernandes o de Cidadão Niteroiense. Ao todo, 17 policiais da delegacia receberam moções de congratulação e aplausos.

Para o delegado titular da 78ª DP, Luis Henrique, “valorizar e reconhecer o trabalho policial é tarefa difícil” e destacou que serve para “motivação pessoal e de toda a equipe”. Também formaram a mesa principal a delegada Camila Lourenço; e a subsecretária municipal de Governo Celia Bastos.

A Operação Pégasus

No início do ano os agentes envolvidos na ação cumpriram oito mandados de prisão e 14 de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Criminal de Niterói no Rio de Janeiro e em São Paulo. Um casal procurado pela Polícia Federal, suspeito de desvios de R$ 20 milhões na saúde pública das cidades de Cajamar, São Roque, Barueri e Campo Limpo, todas no Estado de São Paulo, foram presos. A polícia descobriu que, para esconder os responsáveis pela transação financeira, o casal colocou a empresa em nome da empregada doméstica e do motorista da família. O caso ganhou repercussão nacional.