Petrópolis: Secretaria de Saúde intensifica verificação das cadernetas de vacina

01.09.2019

Salas de vacina funcionarão aos sábados

para orientação e vacinação da população

A Secretaria de Saúde vai intensificar a verificação da caderneta de vacinação da população a partir desta segunda-feira (02), em todas as 15 salas de vacina que funcionarão também aos sábados. De segunda a sexta-feira os atendimentos são de 8h às 16h e aos sábados, de 9h às 14h. A medida é preventiva, uma vez que não há confirmação de casos de sarampo na cidade. O departamento de epidemiologia acompanha um caso suspeito - ainda não confirmado. Os profissionais vão estar à disposição nas unidades para orientar a população e aplicar as doses que forem necessárias. A recomendação é de que a população compareça com os cartões de vacina.

A partir do caso suspeito identificado na cidade, quando uma mulher atendida pela rede privada veio a óbito, a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica atua para o bloqueio de foco. Todos os profissionais que atenderam a paciente foram imunizados com a dose da tríplice viral, assim como os parentes. A Secretaria de Saúde do Estado não confirmou o diagnóstico para sarampo da paciente que morreu na sexta-feira (30.08) - o caso está sob analise. O filho, recém-nascido da mulher passou por exames, com resultado negativo para sarampo.


O caso suspeito já vinha sendo acompanhado pela Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica desde segunda-feira (26.08). O comunicado sobre morte foi feito nesta sexta-feira (30.08) pela unidade hospitalar da rede privada. O material colhido para novo exame laboratorial passará por análise do Laboratório Noel Nutels, do Rio de Janeiro, unidade referência para o caso.

A Secretaria de Saúde já vinha atuado para intensificar a verificação e atualização vacinal. Os mutirões para o atendimento da população têm sido uma das alternativas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Mutirão de vacinação enfatiza a imunização contra o sarampo

O segundo mutirão de vacinação da Secretaria de Saúde movimentou a comunidade Oswaldo Cruz, que compareceu logo nas primeiras horas do dia à associação dos moradores para atualizar as cadernetas de vacinação. Um lote de 500 doses, de todas as vacinas de rotina, foi disponibilizado para o atendimento. Na ocasião, os profissionais da Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica intensificou a verificação para a imunização contra o sarampo. As pessoas com idade indicada para a vacina, que não tinham recebido a dose ou não apresentaram registro da Tríplice Viral, foram vacinadas.


A verificação da tríplice viral está realizada em todas unidades. Além da recomendação padrão para o recebimento da dose, os profissionais de epidemiologia seguem a nova orientação do Ministério da Saúde de vacinar crianças menores de um ano, de seis a 11 meses de vida. Para os demais, foi adotado o protocolo padrão, imunizar pessoas entre 1 e 29 anos e os profissionais de saúde com duas doses. Pessoas entre 30 e 49 anos, que ainda não foram vacinadas ou não apresentem registro da vacina, precisam de uma única dose. Gestantes e pessoas imunodeprimidas não podem receber a vacina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino