PSL libera seus deputados para apoiarem ou não o governador Witzel

                                   Sede do poder legislativo do Estado do Rio de Janeiro

 

Os 12 deputados estaduais do PSL na Assembleia Legislativa (Alerj) estão liberados pelo presidente regional da sigla, senador Flávio Bolsonaro, para decidirem se continuam ou não na base de apoio ao governador Wilson Witzel (PSC), que em entrevista a revista Época disse que "Bolsonaro anima as redes, e o Brasil não sai do lugar". Discretamente, nos últimos dias o governador vem tentando descolar sua imagem a do presidente, embora tenha sido eleito em parte na onda Bolsonaro em 2018.

 

Conforme o GBNEWS publicou nesta sexta-feira (23), Flavio Bolsonaro se reuniu com as bancadas estadual e federal do PSL, para discutir as duras críticas que o governador fez ao presidente da república.

 

“O governo Witzel foi eleito com nossas bandeiras. Mesmo assim, a bancada tem liberdade para apoiá-lo ou não. Nosso maior compromisso é com o presidente Jair Bolsonaro”, disse, em nota o senador-filho do presidente que se reuniu com os deputados estaduais e federais num restaurante na Barra da Tijuca, Zona Oeste carioca, sem direito a fotos,  vídeos, selfies e presença de assessores parlamentares.

 

Percebendo que foi infeliz nas suas declarações Wilson Witzel divulgou vídeo nas redes sociais dizendo que é parceiro de Jair Bolsonaro e que está disposto a ajudá-lo. O governador admitiu que pensa em disputar a presidência da república, mas que isso não significa que estarão em lados opostos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino