PSOL entra com representação no Conselho de Ética da Alerj contra o deputado Poubel

A bancada do PSOL deu entrada nesta terça-feira (13), no protocolo geral da Assembleia Legislativa (Alerj), com uma representação na Comissão de Ética, contra o deputado Filippe Poubel (PSL). O parlamentar no último dia 08, foi à tribuna acusar o PSOL de patrocinar "interesses do crime organizado e o terrorismo contra a sociedade"

                                                                                        Palácio Tiradentes sede do legislativo fluminense

 

Segundo o líder da bancada do PSOL na Alerj, deputado   Flavio Serafini, os parlamentares têm imunidade contra crimes de opinião, mas isso não quer dizer que cada um possa agredir e caluniar os demais.

 

"O parlamentar (Poubel)  emitiu uma opinião caluniosa contra o PSOL e o regimento da ALERJ, em seu artigo 7, inciso 3, é claro quando diz que  praticar ofensas morais ou palavras caluniosas atenta contra o decoro parlamentar", disse Serafini ao GBNEWS.

 

                                                                                                                                                                                CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Poubel afirma que não está intimidado pela representação no Conselho de Ética.

 

"Responder representação de esquerdistas no Conselho de Ética demonstra que estou no caminho certo. Vou continuar levantando a voz em defesa dos policiais e agentes de segurança pública que, pela primeira vez em anos, têm uma política de estado que os valorizam diante dos marginais. Reitero apoio ao governador Witzel  (PSC) por combater ativamente as ações do crime organizado. Os esquerdistas não me intimidam, jamais vou me omitir diante dos que distorcem o real sentido da democracia e dos direitos humanos" , disse Poubel.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino