Mirante da Serrinha: Maricá faz sua parte e Niterói não está nem aí

11.08.2019

 Os municípios vizinhos Maricá e Niterói estão com ações  voltadas para aumentar o turismo nas cidades. Com isso, geram renda e emprego, mas a prefeitura de Niterói, sob o comando de Rodrigo Neves (PDT), faz pouco caso da Serrinha, que liga Itaipu à Itaipuaçu e que corta o Parque Estadual da Serra da Tiririca, bastante procurado por turistas e praticantes de trilhas

                                                                                                          (fotos Elsson Campos)

 

Depois de ter recapeada sua área de estacionamento, o mirante da Serrinha de Itaipuaçu vai receber um novo espaço de convivência para quem visita o local, de onde se tem uma belíssima vista do bairro e de parte de Maricá.

 

A área com cerca de um metro de largura e quatro de extensão terá também assentos, iluminação, uma nova calçada com piso intertravado e cerca feita de madeira. A expectativa é que fique tudo pronto até o fim deste mês.

Para melhorar a visualização da paisagem, foi realizada ainda uma poda nas árvores mais próximas da encosta, que teve autorização do Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Em junho, o estacionamento com aproximadamente 210 metros quadrados e capacidade para dez veículos ganhou nova pavimentação, e foi feita uma operação tapa-buracos na parte da pista que pertence ao município.

 

A pista de acesso ao mirante, do lado de Maricá, está com asfaltamento razoável, mas com boa sinalização e iluminação. Já do lado de Niterói, a pista é uma colcha de retalhos, cheia de buracos e crateras, iluminação precária e sinalização inexistente. Quando acontecer uma tragédia a prefeitura de Niterói deve tomar alguma providência.

 

O mirante fica no limite com a vizinha Niterói e a porta de entrada para quem chega pela Região Oceânica daquela cidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino