Inocentes de Maricá é a primeira escola de samba a aderir ao Banco Virtual Mumbuca


Alexandre Oliveira e Natália Sciammarella fecham a parceria que vai dar samba ( fotos Agência GBNEWS)

O dinheiro em papel moeda vem perdendo espaço graças a tecnologia. O desaparecimento gradual começou com a chegada do dinheiro de plástico (cartões de débito, credito e poupança) que, por sua vez, está perdendo força para as contas bancárias virtuais. Em Maricá, o Banco Virtual Mumbuca vem operando desde novembro de 2017. A praticidade e modernidade chamou a atenção do presidente da Escola de Samba Inocentes de Maricá, Alexandre Oliveira. É o samba democrático com a moeda social.

"Hoje a Inocentes tem sua conta bancária virtual, podendo efetuar pagamentos, transferências, recebimentos, sem pagar taxas etc. Enfim, tudo é feito através do smartphone. No próximo dia 10 (sábado), a nossa escola de samba promoverá a 9ª Feijoada na Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro, a partir das 13 horas. Reservas de mesas, bebidas, salgados e a feijoada poderão ser pagos pelos correntistas do Banco Virtual Mumbuca", disse Alexandre ao parabenizar o prefeito Fabiano Horta (PT) pela iniciativa de incentivar o banco virtual fazendo com que o dinheiro circule pela cidade. "A Inocentes deu o pontapé inicial e certamente as demais agremiações também vão aderir ao Banco Virtual Mumbuca. Essa é uma contra partida ao prefeito Fabiano Horta que apoia o retorno das escolas de samba a Maricá", acrescentou.

No encontro desta quinta-feira (01), com Alexandre Oliveira, a presidente da Associação do Banco Comunitário Popular de Maricá, Natália Sciammarella, deu mais detalhes sobre o Mumbuca.

"O Banco Virtual Mumbuca está ligado a Rede Nacional de Bancos Comunitários que conta atualmente com 115 bancos em todo o país usando a mesma plataforma. Se você é correntista virtual desta plataforma, qualquer estado, pode pagar suas despesas em Maricá sem problemas. Hoje, temos 1.700 empreendedores (comércio em geral) cadastrados e um pouco mais de 10 mil correntistas. O nosso salário é pago integralmente em moeda social mumbuca. Cada mumbuca corresponde a R$ 1,00", explicou Natália.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Linha de crédito

O Banco Virtual Mumbuca oferece duas linhas de crédito a juro zero com aval solidário. A primeira, Produtivo Solidário com limite de R$ 2 mil para capital de giro, máquinas e equipamentos. A segunda linha de crédito é a Casa Melhor com limite de R$ 600 para aquisição de material de construção. O pagamento pode ser feito em até 10 parcelas.

"Em um ano ninguém foi negativado no SPC ou Serasa. O processo é mais humano, vamos conversar com os correntistas devedores e buscar uma forma de pagamento. Em 2018, liberamos cerca de R$ 100 mil em micro crédito', disse Natália que vai colocar uma mini agência do Banco Virtual Mumbuca na Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro, para explicar o funcionamento do banco aos maricaenses que forem curtir a feijoada da Inocentes no dia 10 e converter o real em mumbuca", acrescentou a presidente da Associação do Banco Comunitáqrio popular de Maricá.

O Banco virtual Mumbuca tem agências no Centro, Inoã, Itaipuaçu e Cordeirinho.