Eduardo Paes diz na Suíça que não sabe se será candidato a prefeito do Rio

 EXCLUSIVO

  A caminho das merecidas férias nos Alpes Suíços, o presidente da Associação de Imprensa de Maricá, jornalista Paulo Celestino, bateu longo papo no avião com o ex-prefeito do Rio, o democrata Eduardo Paes, que também foi descansar com a família na Europa.  Paes  lamentou as mortes de dois jornalistas em Maricá e seu futuro político ainda é incerto

                                                                                                  Paulo Celestino curte férias na Suíça

 

Acompanhado da mulher e dos dois filhos, Paes disse a Celestino que ainda não sabe se disputará  a eleição para prefeito do Rio em 2020.

 

"Paulo, estou trabalhando numa multinacional e é complicado ficar saindo para disputar uma eleição. No ano passado me afastei do emprego para tentar o governo do estado. Não ganhei e retornei ao trabalho.  Sair novamente é complicado, vou pensar bem", disse o político.

 

Eduardo Paes lamentou os assassinatos de dois jornalistas de Maricá, cidade  considerada por ele como local de merda, numa conversa telefônica com o ex-presidente Lula.

 

"Fui infeliz nesta colocação. Pedi  desculpa a população e ao prefeito na época, o Quaquá (PT). Quanto aos assassinatos se foi crime político ou não, não justifica. Espero que os autores e mandantes sejam punidos", disse Eduardo Paes acrescentando que é amigo do atual prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), que inclusive foi seu secretário de Economia Solidária no Rio.

                                                                                                                                                                               CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-prefeito do Rio chegou a Suíça nesta quinta-feira (25),  depois irá para a Itália retornado à Cidade Maravilhosa na primeira semana de agosto.

Quanto ao amigo de 20 anos, Paulo Celestino, está curtindo as delícias dos Alpes Suíços, hospedado na casa de amigos que fez quando morou por lá durante 10 anos.

 

"Gilson, não aguentava mais o estresse. Precisava tirar férias. Retorno para Maricá dentro de 20 dias para continuar tocando o portal  http://24horasrio.com.br e o Jornal Gazeta Fluminense", disse o jornalista.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino