Procon Estadual retorna a 32 agências de turismo fiscalizadas anteriormente

Apenas sete lojas ainda

mantinham alguma irregularidade

( fotos Procon Estadual)

O Procon Estadual realizou uma fiscalização em agências de turismo na quinta-feira (18) e sexta-feira (19) para verificar se as pendências encontradas em fiscalização anterior haviam sido sanadas. Os fiscais vistoriaram 17 estabelecimentos dos bairros de Copacabana e Centro do Rio na quinta e apenas três lojas foram autuadas por não terem sanado a totalidade das irregularidades constatadas na primeira fiscalização. Já na sexta, além do Centro, a fiscalização esteve na Barra da Tijuca e encontrou irregularidades ainda em quatro dos 15 estabelecimentos vistoriados.

Na quinta-feira, os fiscais verificaram que apesar da maior parte das irregularidades encontradas anteriormente ter sido sanada, ainda estava ausente o Livro de Reclamações nas lojas Newit (Rua Sete de Setembro, 99, 8° Andar) e Ultramar Viagens (Av. Rio Branco, 120, lojas 27 e 29), ambas no Centro. Já a VV Tour Viagens e Turismo (Av. Prado Júnior, 48 - Copacabana) ainda não possuía um exemplar do Código de Defesa do Consumidor para consulta dos clientes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Das agências vistoriadas no Centro, as seguintes lojas sanaram as irregularidades encontradas anteriormente: CVC (Rua Sete de Setembro 92, loja 108), Cesamar (Av. Rio Branco, 39, 8° andar), Dantur (Av. Rio Branco, 156, loja 134), PM Turismo e Câmbio (Av. Rio Branco, 124-a), Kom Tour (Rua Sete de Setembro 111, 4° andar) e Casa Aliança Câmbio e Turismo Ltda (Rua Miguel Couto, 35 b).

Já em Copacabana as seguintes lojas estavam em situação regular: Axel Tour Operadora (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 1138, loja g), Rio Line (Av. Atlântica, 2364, Loja A), Turismo Clássico Ltda (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 1059, loja 805), San Diego Câmbio e Turismo Ltda (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 945), Mar Tha Rio Viagens e Turismo Ltda (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 928, sala 602), Fly-Tour (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 794, sala 905), CVC (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 680, sala 55b) e Setembro Turismo (Av. N. Sr.ª de Copacabana, 589).

Na sexta-feira, apenas quatro das 10 agências de turismo no Centro ainda restavam pendentes algumas irregularidades a serem sanadas. Na A. M. Travel (Rua Araújo Porto Alegre, 70 salas 601 e 602) estavam pendentes ainda: a presença do exemplar do Código de Defesa do Consumidor, do cartaz de combate a exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes. Já os cartazes do Disque 151 e do Disque 180 não estavam afixados em local de fácil visualização pelo consumidor.

Na Eurotours (Avenida Calógeras, 30, loja e) ainda estavam pendentes a afixação dos cartazes obrigatórios do Disque 151, do Disque 180 e de combate a exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes. Já a única exigência que a Avipam (Rua da Assembléia, 51) não cumpriu foi a presença do Livro de Reclamações devidamente autenticado pela autarquia estadual.

Coliseu (Avenida Graça Aranha, 226, sala 307) Ainda não havia o Livro de Reclamações e exemplar do Código de Defesa do Consumidor. Além disso, os cartazes exigidos pela legislação consumerista estavam em uma pasta, sendo afixados em local visível no ato da fiscalização.

No Centro da Cidade, sanaram todas as irregularidades os seguintes estabelecimentos: RBW turismo (Rua México, 45), RBC Tur (Rua México, 31, sala, 201 a 204), Flytour (Rua México, 148, sala 401), Abalone (Avenida Graça Aranha, 57, sala 410), Quarteto Turismo (Avenida Graça Aranha, 145, sala 906) e Grupo 021 (Avenida Rio Branco, 183, sala 2009).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já na Barra, todas as lojas vistoriadas já estavam em situação regular: CVC (Avenida das Américas, 4666, loja 102 a), Demarre Tours (Avenida Armando Lombardi, 350, loja 130), Travel Point Câmbio e Turismo (Avenida das Américas, 500), CI Intercâmbio (Avenida das Américas, 500, bloco 21, loja 140) e BVT viagens (Avenida das Américas, 4666, loja 120 n).