O sonho acabou; ex-prefeito de Cabo Frio fica inelegível e está fora da eleição de 2020

                                 Como o voto era secreto alguns vereadores votaram contra Marquinho Mendes

 

As contas de 2017 da gestão do ex-prefeito Marquinho Mendes (MDB) foram reprovadas pelos vereadores de Cabo Frio na sessão desta terça-feira (9). Por sete votos favoráveis contra dez desfavoráveis ao parecer do TCE, os vereadores decidiram manter a reprovação das contas do ex-prefeito que também fica inelegível por oito anos.

 

De acordo com o regimento interno da Câmara, pelo fato da Comissão de Finanças, Orçamento e Alienação seguir o parecer contrário do TCE-RJ, o ex-prefeito precisava de dois terços dos votos da Casa, ou seja, de 12 vereadores, para escapar da reprovação, o que não ocorreu.

 

Marquinho Mendes tinha certeza que os vereadores iriam votar a seu favor, mas como a manifestação do voto foi secreta, alguns parlamentares pularam o muro e, com isso, o ex-prefeito está fora das eleições de 2020. O "sonho acabou" disseram alguns vereadores oposicionistas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino