Jovens juram à bandeira em Maricá e são dispensados do serviço militar

10.07.2019

                                                                                  (fotos Marcos Fabrício)

 

Uma solenidade realizada no Cinema Henfil, no Centro de Maricá, marcou a entrega dos certificados de dispensa de incorporação ao Exército Brasileiro para cerca de 100 jovens da cidade. Antes de receber seus documentos, todos fizeram o juramento à bandeira, onde prometem estar prontos a qualquer tempo para as obrigações militares, que incluem convocações de emergência.

 

A cerimônia foi comandada pelo chefe do Posto Regional de Recrutamento e Mobilização, tenente-coronel Carlos Alexsandro de Almeida, e pelo delegado do Serviço Militar de Maricá, 1º tenente Rosan Barbosa de Azevedo.

                                                                                                                                                                               CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na abertura, após as execuções dos hinos Nacional Brasileiro e do Expedicionário, foi lido um breve histórico do serviço militar no Brasil (que remete ao tempo das capitanias hereditárias). Alguns dos jovens subiram ao palco para receber seus certificados das mãos dos oficiais, mas a maioria foi entregue ao final da cerimônia.

 

Boa parte dos jovens estava acompanhada dos pais, que queriam registrar o momento. “Foi uma escolha dele não estar no Exército, por ter outros planos na vida”, explicou o radiologista Fábio Marcos da Silva, de 46 anos, que mora em Inoã e estava com o filho Abner, de 18 anos. “De fato não era um desejo meu servir, mas foi legal participar”, disse o jovem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já para o estudante Pedro de Morais Fernandes, de 17 anos, que é filho de um tenente do Exército e pretende seguir a carreira militar, a solenidade teve uma sensação diferente. “Achei bonita, uma coisa honrosa para mim”, afirmou ele ao lado da mãe, a advogada Vivianne Morais. “Ele teve um pai militar já falecido e, para mim, lembrou bastante coisa da minha vida. Foi emocionante e também bacana ver esses jovens todos aqui”, ressaltou.

De acordo com o tenente-coronel Alexsandro, o ato pretende despertar a importância de se estar pronto para o serviço da pátria. “Serve para chamar a atenção não apenas esses jovens mas também o cidadão em geral, uma vez que o tempo de disponibilidade para o serviço militar vai até os 45 anos”, disse o chefe do Posto de Recrutamento e Mobilização.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino