Novo prefeito de Paraty será eleito no primeiro domingo de agosto

02.07.2019

Seis chapas solicitaram o registro de candidatura para  as eleições suplementares de prefeito e vice de Paraty, no Sul Fluminense. O pleito no município está marcado para o domingo, 4 de agosto, e os pedidos de registro deverão estar julgados até 19 de julho pelo Juízo da 57ª Zona Eleitoral. A Resolução TRE-RJ 1097/19 determina que, para concorrer, o candidato deve possuir domicílio eleitoral no município e ter feito a filiação partidária até o dia 4 de fevereiro deste ano, ressalvado prazo maior estabelecido no estatuto do partido.

                                                                                                                                                                            CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em ordem alfabética, a primeira chapa registrada traz Anderson Maia dos Santos como candidato a prefeito, e Claudinei Conti Torres Pinho, como vice, pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS). Fuad José Minair Neto e o vice Joel José de Sampaio são os candidatos do Partido Democracia Cristã (DC). José Carlos Porto Neto encabeça a coligação "Experiência e Renovação" (PTB, PROS), tendo como vice Rodrigo Carlos da Silva Penha.

                                                                                                                                                                                   CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pela coligação "Paraty para Todos" (PMB, Avante), estão registrados Lucas José de Oliveira Aquino, para prefeito, e Manuela Rubem Alvarenga Vasconcellos, para vice. A chapa da coligação "Paraty não Pode Parar" (MDB, PP, PDT, Solidariedade e PRB) traz Luciano de Oliveira Vidal na disputa para prefeito, e Valdecir Machado Ramiro como vice. Já o Partido dos Trabalhadores (PT) pretende concorrer com Ronaldo dos Santos como candidato a prefeito e Gabriela Dutra Gibrail como vice.

                                                                                                                                                                                        CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A cassação do prefeito de Paraty, Carlos José Miranda, o Casé (MDB), e de seu vice, Luciano Vidal, foi por abuso de poder político e  faz com que a bela cidade histórica seja o oitavo município fluminense a ter novas eleições desde 2016. Aperibé, Cabo Frio, Rios das Ostras, Mangaratiba, Laje do Muriaé,   Teresópolis e Iguaba Grande  elegeram novos comandantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino