Prefeito pede rigor nas investigações dos assassinatos de jornalistas de Maricá

19.06.2019

                                 Romário Barros e Robson Giorno foram assassinados á tiros

 

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), acompanhado da deputada estadual  Rosangela Zeidan (PT), se reuniu com o secretário de Estado da Polícia Civil, delegado Marcus Vinícius de Almeida Braga, na tarde desta quarta-feira (19), na sede da Chefia da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro para pedir total empenho nas investigações das mortes envolvendo dois jornalistas da cidade.

 

A delegada responsável pela 82ª DP em Maricá, Carla Tavares, e o diretor do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), delegado Antônio Ricardo Lima Nunes, acompanhados de subsecretários da Polícia Civil, também participaram da reunião.

 

O secretário de Estado afirmou que a Polícia Civil vai estar empenhada na solução dos casos. O prefeito Fabiano Horta reforçou que é inaceitável ataques a jornalistas e o crescimento da violência.

 

“Viemos pedir mais celeridade na condução das investigações para que tenhamos uma solução o mais rápido possível dos casos. Não podemos deixar que esses crimes passem impunes”, ressaltou.

 

Na noite desta terça-feira (18), o jornalista Romário Barros, dono do site Lei Seca Maricá, foi assassinado no bairro de Araçatiba. No dia 25 de maio, outro profissional da imprensa, Robson Giorno, do jornal O Maricá, também foi executado na porta de casa no bairro Boqueirão. Os dois foram mortos à tiros.

 

O corpo de Romário Barros foi sepultado no fim da tarde desta quarta-feira (19) no Cemitério Municipal de Maricá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino