O Procon Estadual realiza Operação Bomba Limpa na Tijuca

30.03.2019

Dois postos foram autuados por

não passar no Teste do Galão de 20 litros

fotos Ascom/Procon

Nesta sexta-feira (22) os fiscais do Procon Estadual realizaram mais uma ação conjunta com a equipe da Operação Barreira Fiscal, da Secretaria de Estado de Governo e da Secretaria de Estado de Fazenda. Os fiscais vistoriaram cinco postos de combustíveis na região da Tijuca e apenas um não apresentou irregularidades.

 

Dois postos foram autuados por não passarem no teste do galão de 20 litros, que também é conhecido como teste da “bomba baixa”. Nos testes realizados, o Posto Nota 10  (Av. Edison Passos, 172, Alto da Boa Vista) a medida do combustível ficou 160ml abaixo da marca de 20 litros. já o Posto Boa Parada  (Av. Paulo de Frontin, 204, Praça da Bandeira), ficou 80ml abaixo da marca. Vale lembrar que a tolerância máxima de erro permitida por lei é de 60ml. Os bicos reprovados foram lacrados e permanecerão interditados até o problema ser resolvido.

                         CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Apenas o Posto Ipiranga da Rua São Francisco Xavier, 312, não apresentou irregularidades. Os outros dois postos fiscalizados foram notificados por apresentarem problemas, tais como:  ausência do cartaz do livro de reclamações e alguns produtos expostos sem preço. 

 

Os estabelecimentos têm 15 dias para sanar estas irregularidades. A licença ambiental estava vencida. Neste caso o posto tem 48h para apresentar um documento dentro do prazo de validade no Procon-RJ.  Eles também não apresentaram o certificado do Corpo de Bombeiros. O fato será informado ao órgão responsável.

      

Balanço da Operação Bomba Limpa

 

1- Rede Postinho Shopping Tijuca (Av. Maracanã, 779, Maracanã): Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros (CMBRJ), emitido ofício ao órgão competente. Licença de operação ambiental vencida em 03/01/2019. Fica determinado apresentação do documento na validade em 48 horas no Procon-Rj.

 

2- Posto Bela Vista (Rua Deputado Soares Filho, 390, Maracanã): Ausência de cartaz que informa o telefone e endereço do Procon-RJ. Ausência do cartaz do livro de reclamações. No início da fiscalização, havia um extintor despressurizado em uma das bombas de combustível, que foi substituído até o final da vistoria. A empresa tem 15 dias para sanar as irregularidades.

 

3- Posto Ipiranga (Rua São Francisco Xavier, 312, Maracanã): não foram encontradas irregularidades.

 

4- Posto Nota 10 (Av. Edison Passos, 172, Alto da Boa Vista): no teste de galão de 20l, foi constatado bomba baixa no bico n° 5 de óleo diesel, o nível ficou 160ml abaixo do zero, 100ml abaixo da tolerância legal. Sendo assim, o bico foi interditado pelos fiscais até que o problema seja sanado e apresentado ao órgão para posterior desinterdição, lacre n°1932. Ausência de preços em alguns produtos expostos. A empresa recebeu um auto de infração devido à grave irregularidade.

 

5- Posto Boa Parada (Av. Paulo De Frontin, 204, Praça da Bandeira): Ausência da Autenticação do Livro de Reclamações. No teste de galão de 20l, foi constatado bomba baixa no bico 01 de gasolina aditivada, o nível ficou 80ml abaixo do zero, 20ml abaixo da tolerância legal. Sendo assim, o bico foi interditado pelos fiscal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino