Parque Montanhas de Teresópolis completa 10 anos com livro comemorativo

26.03.2019

O Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis

completa 10 anos de criação no dia 6 de julho, aniversário da cidade.

Para marcar a data, está sendo produzido um livro comemorativo.

Além disso, a unidade de conservação é tema do projeto

‘Quartas Ambientais’ nesta quarta-feira (27), às 15h, no Teatro Municipal

O livro

 

A obra terá um capítulo intitulado ‘Mural do Visitante’, que contará com imagens e relatos de frequentadores do local. Para participar, basta enviar fotos e texto para o e-mail parquemontanhas@teresopolis.rj.gov.br, até o dia 15 de abril. Quem ainda não conhece o parque pode fazer uma visita, tirar fotos e participar. A publicação está sendo elaborada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

 

‘Quartas Ambientais’

O ‘Quartas Ambientais’ tem como proposta a realização de palestras mensais com o intuito de conscientizar a sociedade sobre a necessidade da preservação ambiental para a qualidade de vida da população. Neste dia 27, a palestrante é a bióloga Renata Lopes, coordenadora do ProUC (Programa de Apoio às Unidades de Conservação), que falará sobre os 10 anos do Parque Municipal. O local é o Teatro Municipal, localizado no 2º piso da Prefeitura (Av. Feliciano Sodré, 675, na Várzea), com entrada franca.

 

Preservação ambiental

 

O Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis fica na parte noroeste do município, adjacente às cidades de Petrópolis e de São José do Vale do Rio Preto. Com uma área de 4.397 hectares, é uma das maiores unidades de conservação municipal totalmente protegida no estado do Rio de Janeiro. Contém uma imponente cordilheira com grandes afloramentos rochosos como a Tartaruga, Camelo e Santana.

                                                                                      Pedra da Tartaruga um dos atrativos do parque

O parque foi criado por decreto municipal (3.693/2009) e tem por objetivos preservar ecossistemas naturais de relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando pesquisa científica e educacional, recreação em contato com a natureza e ecoturismo. O parque foi incluído no Mosaico Central da Mata Atlântica do Rio de Janeiro, criado em dezembro de 2006.

                                                                                           Magia do alto da montanha do parque

O parque protege muitas nascentes e importantes remanescentes da Mata Atlântica. Um levantamento ecológico identificou 121 espécies de aves, 31 mamíferos, 19 répteis, 10 anfíbios e 8 grupos de insetos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino