Operação Catedral de Consumo: Procon vistoria 46 lojas da Leader e Americanas

21.03.2019

Operação Catedral do Consumo ocorreu em

diversos bairros da região metropolitana do Rio

                                                                                                                                                                                                                                                                                          (fotos Ascom/Procon)

 

O Procon Estadual realizou as primeiras ações da Operação Catedral do Consumo nesta segunda, terça e quarta-feira (18, 19 e 20). Os fiscais vistoriaram 46 lojas de departamentos das redes Leader e Lojas Americanas. O objetivo principal da ação foi recolher contratos de cartões de crédito destas redes para análise da diretoria jurídica do Procon-RJ e orientar os fornecedores a fim de coibir práticas que geram irregularidades. Algumas lojas que não entregaram cópias de seus contratos, tiveram o prazo de 48 horas para apresentá-las na autarquia. As demais irregularidades encontradas deverão ser sanadas em até 15 dias.

Os fiscais estiveram no Centro, na Zona Norte da cidade do Rio e na Baixada na segunda-feira (18), quando vistoriaram 18 estabelecimentos. A loja Leader da Rua Uruguaiana, 55, no Centro, teve apenas recolhidas as cópias dos seus contratos e foi a única a não ser notificada.

Na terça (19),  foi a vez das lojas de Niterói, Campo Grande e Barra da Tijuca. Ao todo foram vistoriadas 13 lojas de departamentos e todas foram notificadas. Na quarta (20), os fiscais vistoriaram 15 lojas de Jacarepaguá, Barra e Copacabana. Todas também foram notificadas por irregularidades comuns, como ausência de preços, além de cartazes informativos sobre o Livro de Reclamações, do telefone e endereço do Procon-RJ e da proibição de venda de bebidas a menores de idade. Outra irregularidade encontrada em algumas filiais das Lojas Americanas foi a exibição de preço promocional em destaque, que é apenas para clientes específicos, mas que induz o consumidor comum em erro, por acreditar que aquele preço é para todos, sem restrições.

 

O nome da operação se refere a expressão usada para definir as primeiras lojas de departamentos criadas no mundo, destacando a sua dimensão exigida pelo grande número de categorias de produtos disponíveis ao consumidor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino