Petrópolis não terá mais charretes puxadas por animais

08.03.2019

O prefeito da Cidade Imperial,  Bernardo Rossi(MDB),

confirmou o fim da tração animal que vinha desde a época do Império

Em reunião realizada com membros do governo e 30 protetores de animais, o prefeito garantiu que aguarda a notificação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) à Câmara de Vereadores para enviar ao legislativo projeto de lei regulamentando o fim da tração animal. Enviada ao legislativo e aprovado pela Câmara, a matéria será sancionada pelo prefeito Bernardo Rossi (MDB). Antes mesmo da homologação do resultado do plebiscito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – na noite do dia 26 de fevereiro – a prefeitura já trabalhava para atender a demanda da população quanto à substituição das charretes.

 

“Como anunciamos após o plebiscito, vamos respeitar o resultado das urnas. Restam apenas trâmites burocráticos para determinarmos o fim da tração animal na cidade. Criamos ainda no ano passado um grupo de trabalho que estuda alternativas para os charreteiros e que discute também as questões de bem-estar animal e de turismo. Todos os segmentos serão contemplados”, destacou o prefeito.

 

A reunião serviu para esclarecer as dúvidas dos protetores com relação ao término da atividade. Presente no encontro, o protetor e ativista da causa animal, Domingos Galante, elogiou a preocupação da prefeitura com o assunto.

 

"A reunião foi importante para esclarecer todas as nossas dúvidas com relação ao término da tração animal em Petrópolis. É importante que, dessa maneira, terminamos com as notícias falsas. É uma vitória da causa animal”, disse.

 

Em paralelo a isso, o grupo de trabalho criado pela prefeitura para acompanhar o assunto está avaliando projetos e busca soluções. O município estuda opções para a realização do serviço de outra forma, sem a utilização dos animais, de forma que atenda também ao turismo. O termo de referência obrigatório para o edital de licitação para charretes elétricas está próximo de ser concluído.

 

“Estamos trabalhando para criar um projeto que permita a continuidade da atividade, mas sem a tração animal. Precisamos explorar o potencial turístico da nossa cidade da melhor maneira possível, respeitando o resultado e o desejo da população. A gente espera ter novidades em breve com relação as charretes elétricas”, disse o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

 

Participaram do encontro o vice-prefeito Baninho; os secretários de Meio Ambiente, Renato Couto; de Administração, Marcus von Seehausen; da Turispetro, Marcelo Valente;  o secretário-chefe de gabinete, Renan Campos; a coordenadora de Bem-estar Animal, Elisabete Amorim; o coordenador de Relações Institucionais da Prefeitura, Roberto Júnior; o coordenador de Planejamento e Gestão estratégica, Dalmir Caetano; o controlador geral do município, Fábio Alves, além do presidente da Câmara de Vereadores, Roni Medeiros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino