Câmara de Vereadores abre CPI para investigar a Enel

 

As reclamações do serviço prestado pela concessionária de energia elétrica Enel crescem a cada dia que passa. Em Cabo Frio, a Câmara Municipal aprovou, por unanimidade, a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os serviços da empresa

                                     Vereadores de Cabo Frio aprovaram por unanimidade a instalação da CPI/ENEl (divulgação)

 

Nos próximos dias uma equipe que vai integrar a CPI, será formada para apurar e questionar as constantes quedas e oscilações de energia, além do reajuste excessivo nas contas.

 

Segundo o vereador, Rafael Peçanha (PDT), autor do pedido de abertura da CPI, o objetivo é apurar as denúncias para avaliar a incompatibilidade dos valores cobrados com o serviço prestado pela concessionária.

 

Segundo o legislativo cabofriense, depois que os integrantes forem definidos,  terão o prazo de 90 dias, com possibilidade de prorrogação, para concluir as investigações.

 

Maricá

 

Os vereadores de Maricá também gostariam de instalar uma CPI, mas foram informados pela Procuradoria que a Câmara não tem poderes para tanto e a sugestão foi realizar uma audiência pública. A alegação da Procuradoria é de que existem divisões, hierarquias e poderes. A concessão da Enel é federal.

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino