Procon vistoria a Rodoviária Novo Rio e Aeroportos Tom Jobim e Santos Dumont

14.02.2019

                                                                                                                                                                                                                                                                                                        Ascom/Procon

O Procon Estadual realizou nos últimos três dias, três ações da Operação Passaporte. Os alvos foram a Rodoviária Novo Rio e os Aeroportos Tom Jobim e Santos Dumont. Realizada com cunho orientador, tendo em vista o aumento do número de consumidores nos terminais rodoviários e aeroportos pela proximidade com o carnaval, a Operação fiscalizou 20 estabelecimentos a cada dia. A rodoviária foi autuada e 10 estabelecimentos do local foram notificados. Em cada um dos aeroportos, nove estabelecimentos foram notificados.

 

Na segunda-feira,a Rodoviária Novo Rio foi autuada pela cobrança de uma taxa de R$ 2,50 para que o acompanhante ingresse na área de embarque. Essa cobrança já havia sido proibida para a concessionária que antes administrava o terminal rodoviário. No entanto, a nova gestão retomou a prática, desrespeitando a norma regulamentadora.

 

Os fiscais notificaram a Viação Águia Branca por realizar apenas no seu guichê da rodoviária as remarcações ou cancelamento de passagens compradas pela internet. Essa prática prejudica o consumidor que não pode dirigir-se ao local.

 

Outras nove lojas na Rodoviária, nove no Galeão e nove no Santos Dumont também foram notificadas por irregularidades, como: ausência de preços, cartazes ou de exemplares do Código de Defesa do Consumidor e Livro de Reclamações, além de problemas estruturais no seu interior. As empresas notificadas terão o prazo de 15 dias para se adequarem.

                          CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Balanço da Operação Passaporte:

 

Rodoviária Novo Rio (Av. Francisco Bicalho, 1 - Santo Cristo):

 

1 - Viação Águia Branca: remarca ou cancela passagens compradas pela internet apenas presencialmente, configurando prática abusiva.

 

2 - Bolsaria: Ausência do Código de Defesa do Consumidor. Ausência cartaz do Livro de Reclamações. 

 

3 – Havaianas: Ausência do Código de Defesa do Consumidor. Ausência do cartaz com o telefone e endereço do Procon.

 

4 - Nação Rubro Negra: Ausência do Código de Defesa do Consumidor.

 

5 - Sapatos Confort Camila Reis: Ausência do Código de Defesa do Consumidor. Ausência de preços nos produtos.

 

6 - Ehven Pedras: Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do Código de Defesa do Consumidor.

 

7 - JMC Bijoux: Ausência de preços nos produtos.

 

8 - Ponto de Bala: Ausência de preços nos produtos.

 

9 - Over Black: Ausência de preços nos produtos.

 

10 – Lembrarte: Ausência de preços nos produtos.

 

11 - Concessionária Novo Rio: Cobrança de taxa de acompanhante

 

Aeroporto Internacional Tom Jobim (Av. Vinte de Janeiro, s/nº - Ilha do Governador):

 

1 – Latam: Ausência do termo de encerramento e do cartaz do Livro de Reclamações.

 

2 – Bobs: Piso quebrado e ralo quebrado na área da cozinha.

 

3 – Spoleto: Piso quebrado.

 

4 – Pastatore: Ferrugem nas prateleiras da geladeira em área de preparo.

 

5 - Pizza Hut: Orientação quanto ao preenchimento correto do livro de reclamações.

 

6 - Livraria Leitura: Ausência de preços nos produtos.

 

7 -  Baggagio: Ausência do cartaz com o telefone e endereço do Procon. Ausência cartaz do Livro de Reclamações.

 

8 - Ehven Pedras: Ausência de preços nos produtos.

 

9 - Britt Brasil: Recolhimento da folha do Livro de Reclamações de 30/10/16.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Aeroporto Santos Dumont (Praça Sen. Salgado Filho, s/n - Centro):

 

1 – Azul: Recolhidas as folhas do Livro de Reclamação não entregues. 

 

2 – Latam: Ausência cartaz do Livro de Reclamações.

 

3 -  The Cheff: Ausência de piso em área de cozinha.

 

4 - Casa do Pão de Queijo: Piso com rachaduras, ralo sem tela, ralo quebrado.

 

5 - Quem Disse, Berenice: Ausência de preço nos produtos.

 

6 – Aruna: Ausência de preço nos produtos.

 

7 – Sobral: Ausência do cartaz com o telefone e endereço do Procon.

 

8 – Armstrong: Ausência de preços nos produtos.

 

9 – Starbucks: Ausência do Livro de Reclamações. Ausência do Código de Defesa do Consumidor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino