Associação de Supermercados do Rio assina termo de cooperação com Procon Estadual

01.02.2019

Reclamações de supermercados poderão

ter soluções imediatas na sede da autarquia

divulgação

                                                      Cássio Coelho, presidente do Procon-RJ, e Fábio Rossi Queiróz, presidente da Asserj  

   

Nesta sexta-feira (01), o presidente do Procon Estadual, Cássio Coelho, e o presidente da Associação de Supermercados do Rio de Janeiro (Asserj), Fábio Rossi de Queiróz, assinaram um termo de cooperação na sede da autarquia. A partir da próxima terça-feira (05), a Associação passa a integrar o Projeto Expressinho, uma área do setor de conciliação na sede do Procon-RJ (Av. Rio Branco, 25, 5° Andar -  Centro - Rio de Janeiro) que reúne diversos representantes de empresas e organizações para procurar resolver, no momento da reclamação, as queixas a elas associadas. A assinatura do termo também contou com a presença da gerente jurídica da Asserj, Ana Paula Rosa.

 

Atualmente o Expressinho reúne representes de sete empresas – Itaú, Bradesco, Santander, Caixa Econômica, Light, Oi e Claro/Net/Embratel. Com seus representantes já presentes quando o consumidor faz a queixa ao funcionário do Procon, a conciliação entre cliente e empresa - mediada pelos advogados da autarquia - acontece já naquele momento. Nestes casos, na maioria das vezes o problema do consumidor é resolvido no mesmo dia. Em 2018, a média de solução dos casos envolvendo as empresas do Expressinho foi de 92%.

 

Com a entrada da Asserj no Expressinho, o consumidor terá acesso, na sede do Procon-RJ, a uma solução mais rápida a boa parte das queixas ligadas as principais redes de supermercados de todo o estado do Rio – entre diversas outras, fazem parte da associação as redes Prezunic, Guanabara, Mundial, Pão de Açúcar, Carrefour, Walmart, Supermarket, Zona Sul, MultiMarket e Rede Economia. A Asserj representa mais de 1.500 estabelecimentos no Rio de Janeiro.

 

O presidente do Procon-RJ destacou que a assinatura do termos como este está entre as metas da autarquia estabelecida no Plano de Diretrizes Prioritárias do Governo do Estado do Rio deste ano. “A Asserj foi só primeira. Vamos assinar mais termos de cooperação para que outras empresas participem do Projeto Expressinho”, afirmou Cássio Coelho. “Nossa meta é aumentar o número de conciliações entre consumidores e empresas”, concluiu.

 

O presidente da Asserj apoia a iniciativa do Procon-RJ. “Facilitar a conciliação no ato da reclamação é o melhor caminho. Isso diminui a necessidade de abrir processos administrativos, reduz a burocracia e o custo da máquina pública, além de efetivamente alcançar o objetivo mais rápido”. Fábio Rossi Queiróz, que também é um dos vice-presidentes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), elogiou o caminho escolhido pela autarquia de ampliar o diálogo com a empresas sem abrir mão da legalidade administrativa. “Tenho certeza que a meta do Procon-RJ será alcançada”, afirmou.   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino