Ex-presidente do Detran e deputado federal eleito na mira de operação policial


Vinicius Farah participou da posse do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL)

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (30), mira o ex-presidente do Detran e deputado federal eleito Vinicius Farah (MDB). Ele já havia sido preso em novembro do ano passado, na operação Furna da Onça, mas acabou sendo solto. A ação — que é desdobramento de uma investigação de enriquecimento ilítico — cumpre ao todo 18 mandados de busca e apreensão nas cidades do Rio e de Três Rios, no Sul Fluminense. São cumpridos ainda 10 mandados de bloqueios de contas bancárias.

Outros investigados no esquema são Leonardo Jacob, que assumiu a presidência do Detran depois de Farah; Fernanda Curdi, que chegou a presidir o departamento; Celso Jacob Filho, secretário de Turismo de Três Rios; Sonia Farah, mulher de Vinícius; Eunice Farah, filha do deputado federal eleito; e Leonardo Rezende.

Já diplomado, Vinicius Farah toma posse, em Brasília, como deputado federal na próxima sexta-feira, 1º de fevereiro.