Mulher de Rodrigo Neves fala na rede social da prisão do prefeito de Niterói

reprodução facebook

A mulher do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), professora Fernanda Sixel Neves, postou ao lado da sogra, um vídeo no seu facebook, no início da noite desta quinta-feira(10), mostrando-se ainda mais indignada com a prisão do marido em dezembro acusado de ter recebido R$ 10 milhões em propina. Ela falou que a família tem uma vida simples, que não há provas contra Rodrigo e que sua movimentação financeira é fiscalizada pelo COAF. Fernanda disse também que até esta quinta-feira (10) não teve permissão para visitar o marido.

"Hoje faz 1 mês que meu marido, o prefeito de Niterói Rodrigo Neves, foi preso. Gravei esse vídeo ao lado da minha sogra Maria Luiza, para mostrar nossa indignação e apresentar documentos que comprovam a vida simples que sempre tivemos. Não abrirei mão de defender a honra do meu marido, a quem amo e de quem tenho muito orgulho! Seguimos, como ele pediu, FIRMES, FORTES e com FÉ !

Obrigada a todas e todos que nesse mês vêm manifestando apoio e solidariedade. #TôComRodrigo".

O prefeito foi preso na operação Alameda — um desdobramento da Operação Lava Jato no âmbito estadual — feita pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio. Ele é acusado de integrar um grupo responsável pelo desvio de R$ 10,9 milhões dos cofres públicos entre os anos de 2014 e 2018. De acordo com a investigação, o esquema envolvia o pagamento de propina por empresários do setor de transportes a agentes públicos da cidade. Rodrigo está preso na Cadeia Pública de Benfica, Zona Portuária do Rio.