Começou em São Pedro da Aldeia o Projeto Defesinha 2019

Foi realizada nesta terça-feira (08) a abertura do “Defesinha – Verão 2019”, projeto educacional promovido pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Defesa Civil. Ao todo, 300 crianças e adolescentes de 04 a 14 anos de idade, incluindo alguns alunos com necessidades especiais, participam da iniciativa, que segue até o dia 31 de janeiro. O encontro de boas-vindas e orientações aconteceu na orla da Praia do Centro, com a presença dos secretários de Segurança e Ordem Pública, Leila Neves, e de Governo, Eronildes Bezerra, além do subsecretário de Turismo, Luiz Carlos Rocha

                                                                                                                                                                                                  fotos divulgação

A secretária de Segurança e Ordem Pública, Leila Neves, fala sobre o projeto com satisfação. “Sempre gostei e apoiei o Projeto Defesinha, essa é uma iniciativa muito interessante por tudo que proporciona às crianças. Meus sobrinhos já foram alunos e, dois anos atrás, meus netos também participaram e curtiram muito. A criança sai com outro pensamento, aprende a aceitar o não e o vai”, comentou.

 

Durante a abertura, os pais e responsáveis receberam orientações a respeito das atividades, horários e faltas, além de tirarem dúvidas sobre as regras do projeto. Foi realizada ainda a entrega dos uniformes e a formações dos pelotões por faixa etária, sendo o grupo “Defesinha” integrado por crianças entre 4 e 8 anos, “Defensores” de 9 a 11 anos, e “Protetores” com os adolescentes de 12 a 14 anos.

                        CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

De acordo com o diretor da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia, Marcus Dothavio, os preparativos para a edição 2019 do projeto começaram desde março do último ano. “O Defesinha é esse sucesso devido ao apoio de todos, dos pais, do poder público e da iniciativa privada. A disciplina é bastante importante durante o projeto para que as atividades possam ser desenvolvidas tranquilamente, então a colaboração dos pais é fundamental. Esse primeiro dia é o momento em que passamos para as crianças e os responsáveis todas as regras”, destacou.

 

Na ocasião, os jovens participantes do pelotão “Protetores” iniciaram as atividades com uma corrida na orla. A programação do Defesinha – Verão 2019 conta com palestras educativas, atividades em praias da região e visitas à sede da Defesa Civil, Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (BAeNSPA) e Corpo de Bombeiros.

 

O secretário de Governo, Eronildes Bezerra, falou sobre a importância do Defesinha. “Nosso desejo é fazer com que o projeto nunca acabe, que se multiplique e que, cada vez mais, tenhamos competência para fazê-lo melhor. O Defesinha não é importante só pela própria funcionalidade, pela defesa do cidadão, da sociedade e da humanidade, mas pelo amor das pessoas envolvidas nele”, disse.

 

Nesta quarta-feira (09), os alunos do projeto participarão de atividades de adaptação ao meio líquido e recreação na Praia das Conchas, localizada no município de Cabo Frio. As ações do Projeto Defesinha acontecem de segunda a quinta-feira, a partir das 7h30, e contam com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e de monitores voluntários. O encerramento, com formatura, está previsto para acontecer em 31 de janeiro.

Essa é a primeira vez que o filho de Karine Toledo, cabeleireira e moradora de São Pedro da Aldeia, participa do projeto. “Eu via as crianças na beira da Lagoa fazendo as atividades e sempre tive vontade de matricular meu filho, que tem sete anos. O trabalho que o Defesinha promove é muito importante, meu filho está animado e curioso, porque ele nunca fez nada do tipo. Essa é uma ótima oportunidade para ele socializar, manter contato com outras crianças e não ficar muito parado em casa, só com computador e TV”, afirmou Karine.

Entre os principais objetivos do projeto estão proporcionar aos participantes atividades de cidadania e promover cultura, integração e inclusão social, desenvolvendo, assim, uma consciência coletiva de que é possível superar entraves sociais, por meio do estudo e da mudança de comportamento. O projeto, que é totalmente gratuito, já atendeu nos últimos 11 anos cerca de 2.400 crianças e adolescentes.

 

Uma das novidades do Defesinha em 2019 foi a abertura do primeiro núcleo do projeto educacional, que garantiu a participação de jovens moradores de Iguaba Grande. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino