Exclusivo: Prefeitura despeja Parque Hotel da Faetec em Araruama graças a Dornelles

Os funcionários do Parque Hotel de Araruama, órgão da Faetec, foram despejados graças a uma ação, ao apagar das luzes, do então governador interino Francisco Dornelles (PP). O espaço foi ocupado pela prefeitura da cidade, que arrombou as portas e colocou cadeados a mando da prefeita Lívia de Chiquinho (PDT). A ação aconteceu quatro dias antes da nomeação do novo presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica, o economista e especialista em gestão de crise Fernando Marinho

Canetada de Dornelles acaba com uma das maiores referências de capacitação profissional do estado

Histórico da ocupação:

No dia 28 de dezembro, no apagar das luzes de 2018, Francisco Dornelles assinou contrato de comodato do prédio do Parque Hotel, da Faetec, para a Prefeitura de Araruama instalar a sua nova sede.

No dia 02 de janeiro, uma equipe da prefeitura foi a unidade para vistoriar e pegar as chaves. Os servidores entraram em contato com a nova direção da Faetec e, segundo um assessor, professor Maycon, deveriam cumprir o que constava do decreto publicado no Diário Oficial do Estado, mas que ficariam com as chaves, até segunda ordem, devido a existência de patrimônio da FAETEC.

No dia 03, a equipe da prefeitura de Araruama chegou com caminhão de mudança, arrombou a porta principal da unidade, trocou as fechaduras com o apoio de guardas municipais que limitaram a entrada dos servidores estaduais ao complexo que estava sem energia elétrica. O despejo estava consumado.

Depoimentos:

"Estamos sem saber o que fazer pois somos servidores do Estado e estamos sem qualquer determinação oficial de como lidar com essa situação que beira o absurdo. Deixamos claro que em nenhum momento criamos qualquer empecilho e ou resistência ao cumprimento da decisão do governador, logo não havia necessidade de atos tão abruptos. Cada inscrição para os cursos gratuitos da Faetec temos em torno de oito inscritos por vaga oferecida, logo o término da Faetec é uma grande perda para a população do município de Araruama” - Ivete Azevedo – Coordenadora da Unidade CETEP Pq Hotel Araruama.

“Estar lá e ver tudo sendo desmontado foi realmente lamentável. Infelizmente fomos o tempo todo monitorados com relação ao patrimônio pelos funcionários da Prefeitura... até a forma como os utensílios eram organizados pela Kátia, responsável do patrimônio da escola e pela Sra. Shirlei, responsável pelo patrimônio da Faetec Central. Ao final quando o caminhão foi fechado ouvimos da chefe da guarda... Já foi tarde!!!! Amigos... acompanhei hoje durante todo o dia o processo de desmanche da nossa escola... Não tiveram um pingo de sensibilidade com pessoas que lutaram por essa escola durante anos... Nem acesso às portas nós temos... Temos que pedir por eles o tempo todo... Eu não sei se estou certa... mas acho que a mídia deveria saber como fomos tratados... O que estão fazendo conosco... por isso filmei e fotografei algumas coisas.” - Carla Loyola – Coordenadora Pedagógica - CETEP Parque Hotel Araruama.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Faetec é responsável pela implementação da política de Educação Profissional e Tecnológica Pública e gratuita no Estado do Rio de Janeiro, vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia. A Fundação, que é referência nacional, oferta Ensino Técnico de Nível Médio, na Formação Inicial e Continuada / Qualificação Profissional e na Educação Superior.

Na ocupação da unidade da Faetec, estavam os seguintes representantes da Prefeitura de Araruama: secretária de Fazenda e Planejamento: Micheli Costa Gorges; subprocuradora Geral do Município, Daniela Camargo de Oliveira; comandante da Guarda Civil de Araruama, Flávia Corrêa da Silva; e, o diretor do Departamento de Patrimônio, de nome João.