Vices de presos acusados de corrupção entregam o governo do Rio ao ex-juiz federal

Num caso inédito no país, o ex-juiz federal Wilson Witzel (PSC), assumiu o governo do Estado do Rio, na posse e na transmissão de cargo, referendados por dois vices substitutos dos titulares que estão presos acusados de corrupção.  Porém, ficou satisfeito nas duas solenidades com seus pedidos atendidos

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                 foto O Dia

No primeiro dia do ano, terça-feira, Witzel tomou posse no governo do Estado em solenidade na Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ). O ato foi comandado pelo deputado André Ceciliano (PT), presidente interino porque o titular, deputado Jorge Picciani (MDB), cumpre prisão domiciliar. Como um dos pontos positivos,  a pedido de Witzel, a Banda do Corpo de Fuzileiros Navais - conforme o GBNEWS antecipou - participou da solenidade executando o hino nacional. O novo governador também é ex-fuzileiro naval.

 

No dia seguinte, ontem (02), no Palácio Guanabara aconteceu a transmissão de cargo. O vice governador Francisco Dornelles (PP) passou o bastão em nome do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), que está preso desde novembro acusado também de corrupção.  Um outro pedido de Wilson Witzel foi atendido conforme o GBNEWS também antecipou. Ele recebeu a faixa governamental confeccionada exclusivamente para esta solenidade,  ato nada comum no Rio de Janeiro.

 

Em seguida, o governador Wilson Witzel assinou as nomeações dos seus secretários.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino